– Contrato a terminar e Portugal no horizonte –

BnR: Jogaste na Grécia, e agora jogas na Turquia. Em qual dos países há um ambiente mais intenso nos estádios?

C: [Cissokho hesita bastante] Escolha difícil… Por exemplo, quando jogas contra o Besiktas, o Fenerbahçe ou Olympiakos, Panathinaikos, o ambiente é muito semelhante. Os adeptos são muito entusiásticos e fazem muito barulho, são loucos. O ambiente é incrível nos dois países.


BnR: Tens ideia de quando poderás voltar para a Turquia?

C: Em princípio, a Liga na Turquia irá recomeçar a meio de junho, mas ainda não está confirmado. Estamos a aguardar, é uma situação difícil para o futebol. Não é fácil todas as ligas retomarem. Na Alemanha, os campeonatos já recomeçaram. Na Turquia, também querem que isso aconteça, e acho que é positivo terminar o campeonato. Mas, neste contexto, é difícil correr riscos.

Anúncio Publicitário

BnR: Tens contrato com o Antalyaspor até quando?

C: Eu termino o meu contrato este verão. Vou ver as oportunidades que surgem para a próxima época e escolher a melhor.

BnR: Considerarias voltar a jogar em Portugal?

C: Ehehe, claro, claro. Portugal é um país que estará sempre na minha cabeça, porque foi o país que me deu oportunidade para jogar na Primeira Liga, na Liga dos Campeões e num clube grande. Portugal será sempre especial para mim. Será um prazer regressar.