A vós que semana após semana tirais duas horas das vossas atarefadas vidas para, em casa ou no estádio, acompanhados ou sozinhos, “ver a bola”; a vós que semana após semana tirais duas horas das vossas atarefadas vidas e, no estádio ou em casa, sozinhos ou acompanhados, sofreis, guerreais, gritais, chorais, sorris, pontapeais os cães ou as esposas/maridos,… Porque sem vocês o futebol não seria nada, esta é para vós, especialmente se, todos os dias de todas as semanas, vestis azul (ou laranja).

Não é novidade nenhuma que queremos ser campeões. Como disse André Villas-Boas, “se há algo que nos orgulha como portistas é querermos sempre mais”. Queremos ser campeões. Mas seja pelos últimos negros anos ou apenas porque as estrelas assim se alinharam, este ano não é um simples querer. Queremos como nunca antes quisemos; queremos com cada pedaço dos nossos seres, dávamos a vida para ver o FC Porto erguer mais uma taça, porque este é o amor da nossa vida.

Como nunca antes em muitos anos, os portistas desejam ardentemente vencer
Fonte: FC Porto

Sabemos que os últimos anos foram negros e não só dentro das quatro linhas: vimos o Dragão em silêncio durante um voto de silêncio das claques, vimos adeptos com pás e picaretas no Olival,… Mas este ano algo mudou. Este ano não nos calamos, não deixamos este amor ser silenciado, não deixamos acalmar este fogo que arde dentro de nós.

Queremos tanto isto e não escondemos este querer, seja quando goleamos ou quando somos goleados. Amamos o futebol e não temos vergonha de o dizer, amamos um clube e por ele dávamos a vida, e semana após semana mostramos isso.

Anúncio Publicitário

“O portista sente, sofre, luta; o portista quer, pede e exige”. Damos o nosso melhor em cada jogo, gastamos as nossas cordas vocais e corações e, nas bancadas, deixamos tudo. Em troca, apenas pedimos que quem está dentro das quatro linhas faça o mesmo; no final de contas, apoio não lhes falta.

Queremos ser campeões e, no que de nós depende, vamos ser campeões. Juntar-nos-emos e festejaremos, uma vez mais!

Foto de Capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira