Dia 29 de maio jogar-se-á a final da Liga dos Campeões, um duelo britânico entre Manchester City e Chelsea FC que terá lugar em Portugal, no Estádio do Dragão.

A final estava prevista ter como palco Istambul, Turquia, contudo, o país devido aos seus 20 mil casos diários de Covid-19, permanece na lista vermelha do Reino Unido e a UEFA teve de solucionar o problema, contando com a ajuda da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

“As autoridades portuguesas e a FPF intervieram e trabalharam de forma harmoniosa com a UEFA para oferecer um local adequado para a final e, como Portugal é um destino na lista verde da Inglaterra, os adeptos e jogadores presentes na final não terão de ficar em quarentena quando regressarem a casa”, lê-se em comunicado da UEFA.

Foi confirmada a presença de público na final, tendo cada clube a seu dispor seis mil bilhetes para venda, o que dá uma lotação máxima permitida de 12 mil adeptos. Devido a este fator a cidade do Porto terá de mostrar uma organização eximia, dando o exemplo a nível nacional e internacional.

Anúncio Publicitário
Liga dos Campeões
Fonte: Isabel Silva / Bola na Rede

Garantias já dadas pelo presidente da Câmara Rui Moreira, que se confessa entusiasmado com a chegada da prova, “o acompanhamento dos adeptos vai ser em bolha, devendo para efeito ser preparadas duas fanzones, com as condições necessárias para que os apoiantes possam alimentar-se e entreter-se enquanto aguardam pelo jogo”.

Também Pinto da Costa, presidente do FC Porto, falou recentemente sobre a realização da final da Liga dos Campeões, realçando o prestígio e boa imagem da cidade, do clube, da FPF e do país.

“É importante para o FC Porto, para o futebol português, para a cidade, e para o próprio país. Demonstra que em Portugal se consegue realizar grandes eventos mesmo em pandemia, e depois da vergonha que se assistiu em Lisboa há dois dias, é necessário desmanchar essa má imagem que Portugal deu, que as autoridades em Lisboa deram, pois permitiram que houvesse aquela cena degradante em termos de defesa da saúde pública”, disse o líder máximo do emblema azul e branco.

Tudo isto é possível porque a Federação Portuguesa de Futebol, nomeadamente o seu presidente, tem um grande prestígio na UEFA e, portanto, quando avalizam a realização desta prova aqui é porque conhecem bem o FC Porto. Estou certo de que tudo decorrerá da melhor maneira”, acrescentou Pinto da Costa.

De realçar que Manchester City e Chelsea FC disputarão o título da Liga dos Campeões na casa do único clube que os conseguiu travar na competição. Recorde-se que o único empate dos orientados de Pep Guardiola foi frente ao FC Porto e a única derrota dos londrinos também foi frente aos azuis e brancos.

Mais uma página bonita no incrível livro de histórias do FC Porto na prova milionária.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome