Diogo Queirós, natural de Matosinhos, internacional português e campeão europeu de sub-17 por Portugal, é uma das promessas dos azuis e brancos para o futuro do clube, um jogador à imagem do eterno capitão Jorge Costa.

O defesa central chegou ao clube em 2010, proveniente do Leixões SC, e joga atualmente pela equipa B dos azuis e brancos tendo sido titular em grande parte dos jogos disputados esta época na Segunda Liga e na Youth League.

Anúncio Publicitário

Um jogador rápido e seguro, com um bom posicionamento defensivo e muito forte no jogo aéreo, à semelhança dos melhores centrais da atualidade, o defesa central apresenta caraterísticas de um defesa forte e agressivo no um-para-um.

Tendo sido capitão em praticamente todas os escalões portistas nos quais jogou, Queirós apresenta-se como um líder dentro de campo tanto no FC Porto como na Seleção Nacional, na qual conta já com várias internacionalizações, tendo sido ele o capitão no europeu de sub-17, no Azerbaijão.

Avizinha-se um futuro risonho para Diogo Queirós
Fonte: Bola na Rede

Imprescindível esta época na equipa de António Folha, o jovem português tem realizado exibições seguras e de qualidade, apresentado uma mentalidade forte e madura para a tenra idade que ainda tem e que hoje em dia é, cada vez menos, um impedimento para a ascensão de jovens talentos.

A recente aposta forte em jogadores da formação, com a chamada de Diogo Dalot e Bruno Costa ao onze de Sérgio Conceição, pode ser visto como um fator de motivação para jogadores como Diogo Queirós, que trabalham para também eles conseguirem estrear-se na equipa principal de dragão ao peito.

Foto de Capa: FC Porto