Anterior1 de 2Próximo

fc porto cabeçalhoRicardo Pereira, na “flor da idade” e com meia Europa a seus pés num frente a frente com Maxi Pereira, jogador experiente e com um palmarés invejável. Num duelo entre irreverência vs experiência, os dois laterais enfrentam-se numa competição saudável em que o prémio final é a titularidade no lado direito da defesa portista. Vamos aos factos:

Fonte: Bola na Rede
Fonte: Bola na Rede

Frente a Frente:

Na época de 2016/2017, Maxi Pereira, um dos jogadores mais utilizados do plantel portista (2928 minutos distribuídos por 35 jogos), foi dono e senhor do lado direito da defesa. No entanto, com a chegada do “reforço” Ricardo Pereira todo o panorama da posição modificou-se e ainda é incerto quem irá assumir a titularidade no arranque do campeonato. Contudo, como temos visto pela pré-época, Ricardo Pereira parte neste momento como o favorito ao lugar.

A história de Ricardo Pereira é a típica história do emigrante português que, ao não ser reconhecido no seu país, procura a sua sorte no estrangeiro e após ser valorizado e comentado lá fora regressa a Portugal quase como herói.

Ricardo Pereira regressou ao Dragão e é neste momento um nome muito cotado e com valor no mercado internacional. O lateral versátil português já foi associado neste mercado de transferências a vários “tubarões” europeus como PSG, Bayern, Borussia Dortmud e o mais falado de todos, o Tottenham. No entanto, ao que tudo indica, Ricardo veio mesmo para ficar e para afirmar-se de dragão ao peito. Mas será que o FC Porto merece toda esta dedicação e compromisso por parte do jogador? Nas duas épocas no Dragão, Ricardo nunca foi levado a sério como opção nem a lateral nem a extremo direito e tudo isto por culpa de Paulo Fonseca, Julen Lopetegi, Rui Barros e José Peseiro que nunca souberam potenciar o talento do jogador, estagnando por duas longas épocas o desenvolvimento da promessa portuguesa. Apesar disso, Ricardo parece ter deixado essas desavenças para trás e isso são notícias muito boas para os adeptos portistas. Face ao contexto atual do FC Porto, é um luxo poder contar com um jogador do calibre de Ricardo Pereira. As exibições do internacional português na pré-época deixam água na boca nos adeptos portistas e, a meu ver, faz lembrar outro grande lateral direito do passado recente do FC Porto, Danilo, visível pela sua disponibilidade física, fazendo toda a ala e dando profundidade ao ataque portista.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários