fc porto cabeçalho

Luís Ferreira – Não foi uma noite fácil para o árbitro de Braga. Os últimos minutos da primeira parte acabaram por ser desastrosos, com duas decisões duvidosas que sentenciaram a partida a favor dos dragões. Mesmo com recurso às imagens televisivas é difícil perceber se há, ou não, grande penalidade sobre Soares (agarrões mútuos). Bem pior esteve na decisão de expulsar Osório. Admitindo-se a falta, fica claramente a ideia de excesso na exibição do amarelo (o segundo) ao central tondelense. A sua atuação motivou um pedido de reunião urgente do clube encarnado com o conselho de arbitragem. Vá, não vale rir, caro leitor…

Esta pequena transcrição remete para o rescaldo que escrevi na última sexta-feira sobre o jogo que opôs o FC Porto ao CD Tondela e que desencadeou uma onda de comentários negativos e, muitos deles, insultuosos. Antes de mais, quero endereçar as minhas mais sinceras desculpas aos leitores do Bola na Rede pela falta de rigor demonstrada na transmissão da “informação” de que a reunião requerida pelo SL Benfica se devia à atuação de Luís Ferreira no referido jogo. De facto, esse pedido havia sido feito na manhã dessa sexta-feira e publicada no site do Benfica ao início da tarde. Pelo lapso, as minhas desculpas.

Fonte: Página Facebook "Papa Pinto da Costa"
Fonte: Página Facebook “Papa Pinto da Costa”

Em relação ao jogo, o FC Porto venceu e, ao contrário do que se quis fazer passar, o FC Porto não foi beneficiado, nem a minha visão é assim tão distorcida da realidade quanto isso. Senão vejamos: O penalti que dá o primeiro golo aos dragões é, segundo os mais variados avençados desta vida, uma absoluta vergonha. Para estes, não há falta nenhuma e Luís Ferreira quis, claramente, ajudar o FC Porto a passar provisoriamente para a frente do campeonato. Ora então, está aqui…à vista de todos.

Fonte: Página Oficial de Facebook de Miguel Guedes
Fonte: Página Oficial de Facebook de Miguel Guedes

Se, para os arautos da verdade desportiva, as dúvidas ainda persistirem, aconselho uma pesquisa nos sites dos jornais O JOGO e Record que também fizeram eco desta “nova perspetiva”. Em vídeo é sempre mais fácil tirar as devidas conclusões. Depois, a expulsão de Osório, que só peca por…tardia. Antes do lance em que realmente vê o segundo amarelo, o central tondelense já havia “engravatado” Otávio, sem que tivesse sido, sequer, assinalada falta.

Fonte: O Jogo
Fonte: O Jogo

Para terminar uma atuação escandalosamente favorável ao FC Porto, Luís Ferreira ainda se inibiu de marcar uma grande penalidade sobre André André, já perto do final.

Anúncio Publicitário

Pepa sabia do que falava quando apelidou de surreal a arbitragem deste jogo. De facto, não só não fomos beneficiados como ainda temos razões de queixa de sobra. A todos os que tiraram um pouco do seu tempo para me dispensar uns “carinhos”, deixo aqui a minha resposta.

 Fonte: FC Porto

Comentários