É de senso comum que o FC Porto consegue sempre formar uma equipa com, no mínimo, um lateral de topo mundial. Desde 2010 que os azuis e brancos produzem e lançam laterais que jogam pela direita ou pela esquerda de qualidade inegável. Um dos exemplos existentes no plantel atual é Alex Telles, que se tornou num verdadeiro ídolo dos adeptos. O fator principal na hora de escolher os atletas para os flancos do setor defensivo é a nacionalidade: grande parte dos bons laterais desta década são sul-americanos.

A aposta manteve-se ao longo desta década. Com o ano 2020 quase a começar, há ainda jogadores com potencial para se inserirem na lista apresentada posteriormente neste artigo. Tomás Esteves e Renzo Saravia ainda não tiveram as devidas oportunidades e, caso agarrem o lugar, podem muito bem ser dos melhores defesas a passar pelo FC Porto.

1
2
3
4
5
6
Artigo anteriorUma surpresa chamada SC Freiburg
Próximo artigoInglaterra 12-32 África do Sul: Springboks reerguem o título mundial e uma nação instável
Desde criança a colecionar cromos e recortes de jornais de vários jogadores até às longas carreiras nos videojogos no seu clube do coração, foram muitas as alegrias que o desporto rei lhe proporcionou. Assume ficar fulo quando não consegue acompanhar um jogo da equipa da cidade Invicta, mas no que toca a tudo o que acontece à volta do seu clube sente a obrigação de estar sempre atualizado. Estuda Ciências da Comunicação e é através da escrita que se prefere expressar.                                                                                                                                                 O Tiago escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.