logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

FC Porto

Que bem sabe um intervalinho | FC Porto

 

Pois é, estamos nas pausas para as seleções, este fim de semana, é tempo de cada um de nós despir a camisola do seu clube e vestir o manto que é de todos nós, o da seleção nacional. No que toca ao FC Porto, após as últimas semanas, não podia ter aparecido em melhor fase, atendendo aos últimos resultados e às últimas exibições, que tem criado uma certa instabilidade em redor do emblema azul e branco.

Agora, será o tempo de Sérgio Conceição, com tempo e não sob pressão, corrigir o que está menos bem e tentar aprimorar o pouco de bom que se tem feito. Claro que o FC Porto, devido à valia da sua equipa, dispensou dos seus trabalhos jogadores para se juntarem aos estágios das respetivas seleções e isso é um factor que condiciona um pouco a missão do técnico portista, mas como diz o outro “é melhor do que nada”

Não só o aspecto técnico que tem de ser trabalhado, mas também limpar o aspecto mental, porque é natural e isso acontece a todos nós ou todos nós já passamos por fases assim, há alturas que tudo parece que nos corre mal… E a única solução é conseguirmos fazer uma pausa, “limpar” a nossa cabeça, de forma a estarmos prontos de novo. 

Na vida costuma-se dizer que todos merecem uma segunda oportunidade, pois, aqui está a ser concedida à equipa do FC Porto e o desejo de todos nós é que a aproveitem e revertam o sentido das coisas e mostrem uma nova imagem aos adeptos e aos rivais.  

Deste modo, que esta paragem sirva tão bem à equipa portista como a pausa de almoço me sabe a mim durante o trabalho e que se lute por cada minuto como se fosse o último, uma vez que no reino do Dragão o impossível só o é até deixar de ser possível.

Artigo revisto por Joana Mendes

O Diogo “respira” futebol desde que se conhece, tendo estado sempre ligado a este mundo da bola, onde sofre pelas cores azuis e brancas do FC Porto. Agora, estudante de direito, é através da escrita que encontra o espaço ideal para continuar ligado a este universo sem par.                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

O Diogo “respira” futebol desde que se conhece, tendo estado sempre ligado a este mundo da bola, onde sofre pelas cores azuis e brancas do FC Porto. Agora, estudante de direito, é através da escrita que encontra o espaço ideal para continuar ligado a este universo sem par.                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

FC PORTO vs CD TONDELA