O jovem médio portista tem sido um dos grandes destaques deste início de época dos azuis e brancos. E não deixa de ser curioso que, um dos denominadores comuns destes primeiros jogos, é que sempre que Baró joga, o FC Porto ganha.

O talento já era conhecido pelos mais atentos, mas a personalidade com que entrou na equipa a forma como quer assumir o jogo e até as funções táticas (complexas) que o treinador portista lhe confere, mostra uma maturidade fora do normal para um jovem de 19 anos. Algo que me dá uma satisfação muito pessoal é que esta afirmação de Romário Baró acaba com o mito de que jogadores fisicamente mais débeis terão dificuldades em impor-se. Ser magro ou franzino não é significado de falta de agressividade, como ser alto não significa que se tenha um bom jogo aéreo. O critério de avaliação tem de ser a qualidade e essa qualidade tem vários parâmetros e um desses parâmetros é a inteligência e essa não tem idade!

Romário Baró esteve em grande destaque no confronto com o SL Benfica
Fonte: FC Porto

Romário Baró chegou ao FC Porto na época 2014/15 proveniente do Sporting CP e, rapidamente, se impôs como indiscutível. Titular em todos os escalões de formação e muitas vezes num patamar acima da sua idade “queimando” constantemente etapas. Na época passada ainda com idade júnior fez 30 jogos pela equipa B portista. Nas seleções jovens o talento portista é presença assídua. Conta já com 39 internacionalizações, 2506 minutos de utilização onde apontou quatro golos.

O talento portista está protegido com uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros tendo contrato até 2023. Foi noticiado esta semana que Baró já despertou interesse dos italianos da Juventus FC e isso não é de estranhar. Romário Baró tem qualidade técnica, inteligência tática acima da média que lhe permite jogar em várias posições do meio-campo, é um médio “com golo”, capacidade de bater bolas paradas, é intenso e rotativo. É um médio verdadeiramente completo. Foi convocado esta semana por Rui Jorge para a seleção Sub-21 mas não era de espantar que brevemente Fernando Santos o inclua numa próxima convocatória. Romário Baró é um extraordinário talento.

Foto de capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários