Cabeçalho Futebol Nacional

Dos pontos que fugiram em casa contra vikings e otomanos, a uma quase vitória em Castela contra os descendentes dos Filipes, Portugal na CEE voltou a desiludir. Comecemos pelos dragões:

FC PORTO

Anúncio Publicitário

Copenhaga é uma cidade rica em cultura e a capital de um dos países com melhor PIB na Europa, mas uma coisa pela qual os dinamarqueses não são famosos, é pelo seu futebol. Verdade que a selecção teve os seus feitos (conquista do Euro’92), mas desde então pouco se tem visto. Era de esperar que NES conseguisse os 3 pontos com facilidade, e o jogo começou por dar sinais disso mesmo. Aos 13 minutos, e numa jogada que viria a ser a melhor dos dragões na partida, André Silva combina com Otávio que rematou para o fundo das redes e inaugurou o marcador. Parecida tudo bem encaminhado e com naturalidade o Porto chegou ao intervalo a vencer. O problema veio depois. De forma inesperada o Porto foi entrando em coma, e um chouriço de Cornelius ofereceu o empate aos dinamarqueses aos 51 minutos. O Porto não conseguiu fazer nada até ao fim e acabou por deixar fugir 2 pontos em casa e viu o campeão inglês vencer o Brugge por 0-3. Parece que afinal de contas o grupo não vai ser assim tão fácil.

O FC Porto não foi além de um empate na estreia na Champions Fonte: FC Porto
O FC Porto não foi além de um empate na estreia na Champions
Fonte: FC Porto