logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Boavista FC 1-1 Vitória SC: Empate complica as contas dos vimaranenses

A CRÓNICA: N’TEP SALTOU DO BANCO PARA DAR O GOLO DO EMPATE AOS AXADREZADOS

O Boavista FC recebia o Vitória SC para dar início, à jornada 33 da Primeira Liga, num duelo bastante que prometia ser bastante aceso. Ambos os clubes contavam com falhas para o jogo, incluindo Petit, o treinador da equipa da casa. O Vitória, por outro lado, tinha grande pressão para sair do Estádio do Bessa com os três pontos para continuar na luta pelos lugares europeus.

Só perto do minuto 20 é que ocorreu o primeiro remate perigoso através de Rafa Soares, que Bracali conseguiu impedir e Nicolas Janvier, de seguida, venceu a defesa para pontapear o ressalto que passou muito perto do poste. Começava a ameaçar o Vitória Sport Clube.

E se a ameaça tinha passado despercebida, pouco tempo depois, no seguimento de um pontapé de canto, Tiago Silva bateu e Oscar Estupinan ganhou o duelo aéreo para colocar a bola no fundo das redes. Bracali não conseguiu ter reação e o Vitória liderava por 1-0.

Os vimaranenses começavam a controlar o jogo, tanto em campo como nas bancadas e a primeira situação perigosa dos panteras negras surgiu somente no minuto 41 quando Hamache fez um remate lateral, mas sem passar muito perto da baliza.

A primeira parte não contou com momentos flagrantes, tirando um ou outro remate e a saída prematura de Luís Santos, que deu o lugar a Yusupha.

Se na primeira parte não houve grandes momentos, na segunda rapidamente se emendou, pois a equipa da casa através de um excelente cabeceamento de Hamache, viu Bruno Varela a esticar e brilhar para segurar o nulo. Os vitorianos rapidamente responderam e Rochinha viu a bola a roçar no poste após um remate curvado excecional.

Se não era Hamache, era Yusupha. O último recuperou a bola e colocou a bola em direção à baliza, sendo travada apenas pelo poste.

Ambas as equipas realizaram substituições no minuto 69 e no lance seguinte haviam de se provar úteis para os axadrezados, que após uma boa combinação de Makouta com (o acabado de entrar) Paul-Georges Ntep, não deixou margem de defesa para Bruno Varela e equilibrava o marcador 1-1.

Já no minuto 80, os visitantes contavam com apenas 10 jogadores após acumulação de amarelos de Mumin e, Gorré conseguiu aproveitar essa desvantagem numérica colocar a bola no limite, contudo, Bruno Varela esticou-se e com a ajuda do poste impediu o 2-1.

O jogo estava nos últimos segundos e no que parecia ser um golo certo de Yusupha à queima roupa, Bruno Varela conseguiu a defesa do jogo, possivelmente do ano, e a impedir o golo da derrota.

Terminava o duelo 1-1 e apesar de nenhuma equipa sair beneficiada, acabou por ser um jogo de grande animosidade.

 

A FIGURA

Fonte: Fernando Silva / Bola na Rede

Gaius Makouta – O médio do Boavista FC foi a figura da equipa e do jogo ao fazer uma exibição muito competente, tanto em duelos aéreos, a driblar e a criar oportunidades. Criou a assistência no golo do empate.

O FORA DE JOGO

Fonte: Fernando Silva / Bola na Rede

Abdul Mumin – O central pecou bastante no jogo com algumas perdas de bola e acabou por deixar a equipa em desvantagem pela acumulação de cartões.

 

ANÁLISE TÁTICA – BOAVISTA FC

A equipa da casa alinhou no habitual 3-4-3, contando com Pedro Malheiro e Filipe Ferreira como médios-ala. Ao sofrer o golo, a equipa optou por utilizar mais jogadores na transição ofensiva e por vezes alinhava com apenas dois jogadores na linha defensiva.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Bracali (6)

Cannon (6)

Porozo (6)

Abascal (6)

Malheiro (5)

Makouta (7)

Javi Garcia (6)

Filipe Ferreira (6)

Gorré (6)

Luís Santos (5)

Hamache (6)

SUBS UTILIZADOS

Yusupha (6)

NTep (7)

Nathan (5)

Tiago Morais (-)

 

ANÁLISE TÁTICA – VITÓRIA SC

Os vitorianos alinharam no 4-2-3-1 e procuraram atacar pelas alas bastantes vezes, porém utilizavam o meio campo à procura de criar vantagens numéricas, como a defender, onde Bamba ajudava os centrais na linha defensiva.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Varela (7)

Maga (6)

Amaro (6)

Abdul Mumin (4)

Rafa Soares (6)

Bamba (6)

Janvier (6)

Lameiras (6)

Tiago Silva (7)

Rochinha (6)

Estupiñan (7)

SUBS UTILIZADOS

Nelson da Luz (5)

Daniel Silva (5)

Bruno Duarte (-)

Quaresma (-)

Alfa Semedo (-)

 

BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Boavista FC

BnR: A entrada de Ntep ocorreu momentos antes de apontar o golo. Disse alguma coisa em particular antes dele entrar?

Nuno Pereira: O NTep é um jogador muito explosivo, muito forte, muito rápido no um para um e muitas vezes não aproveita as características que tem. São momentos e o jogador entrou, passado momentos marcou o golo, são emoções do jogo. Acontecem pelo momento, pelo resultado, pelos colegas, pela equipa e essa revolta do NTep foi importante para ajudar a equipa.

Vitória SC

BnR: Neste jogo frente ao Boavista FC acabou por ser o terceiro empate consecutivo da equipa. Será justo dizer que a equipa não tem conseguido lidar bem com a pressão?

Pepa: Faltou-nos regularidade em termos emocionais e é um desafio que temos de ter dentro de campo, no dia a dia. Nós, o staff temos de fazer o melhor para espremer o melhor dos jogadores. Isto é o caminho, não é de um dia para o outro, é verdade. Os três empates, dois deles sentimos que ficaram aquém em termos exibicionais, mas hoje sentimos que ficaram aquém do resultado.

 

Rescaldo de opinião de Marcos Brea

O Marcos é licenciado em Comunicação e Jornalismo. O objetivo de carreira é tornar-se num jornalista desportivo, mas no fundo é um amante de desporto e acima de tudo alguém que procura partilhar a verdade desportiva, a sua opinião e criar interesse nas pessoas para verem modalidades novas.

O Marcos é licenciado em Comunicação e Jornalismo. O objetivo de carreira é tornar-se num jornalista desportivo, mas no fundo é um amante de desporto e acima de tudo alguém que procura partilhar a verdade desportiva, a sua opinião e criar interesse nas pessoas para verem modalidades novas.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA