Se querem defesa vão à DECO, aqui é para atacar | Braga

    22 jogos fora jogou fora o Braga nesta temporada. Em 12 – 12! -, mais de metade, os arsenalistas apontaram três ou quatro golos. O jogo no Bessa foi mais um. Em sentido inverso, em apenas quatro – e apenas dois na Liga – não concederam qualquer tento. O jogo no Bessa foi mais um. Continua a ser bastante claro que o ataque bracarense é a sua melhor defesa. O jogo no Bessa foi mais um exemplo.

    Nem sempre o Braga conseguiu suster os ataques boavisteiros com a partida empatada a zero e Bozenik até fez balançar as redes arsenalistas, mas estava em posição irregular. Sete minutos depois o Braga estava a marcar. Dois minutos depois de o fazer… fê-lo novamente. Foi confortável para o intervalo e com a baliza a zeros. Fruto da sua capacidade defensiva? Nem por isso. Fruto da sua tremenda capacidade ofensiva.

    O mesmo sucedeu com o 0-4. Na jogada anterior permitiu uma boa ocasião ao Boavista, que Matheus evitou ser bem-sucedida. Numa questão de segundos colocou-se na área contrária a finalizar com sucesso. Um 1-3 (que valeria o que valeria, não o sabemos) virou rapidamente um 0-4 e as panteras morreram em definitivo para o jogo, mantendo a turma de Artur Jorge a baliza a zeros pela primeira vez desde a visita a Arouca – em novembro.

    O Braga continua a não defender extraordinariamente bem, mas quando consegue ter o volume ofensivo que lhe tem sido habitual, é difícil de bater. Quando não o consegue a música é outra, mas a verdade é que, fora de portas, têm sido mais as vezes em que o faz do que aquelas em que não o faz. E entretanto são três pontos de distância para o FC Porto…

    BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

    Boavista

    Vítor Murta:

    “Parte da massa adepta teceu alguns comentários em relação ao presidente do Conselho de Administração. O futebol é mesmo assim, é feito de emoções. Sou presidente há seis anos e tudo tem um princípio e tudo tem um fim. Foram os adeptos que me deram a honra de ser presidente do Boavista.

    “Os adeptos por vezes têm memória curta, é futebol”.

    “Sinto que o trabalho que realizei no Boavista foi positivo. Há pouco tempo finalizámos o processo de uma dívida de 1,5 milhões de euros, de há 20 anos”.

    “Acredito 101% nos nossos jogadores. Vamos garantir a manutenção”.

    “Já comuniquei que cesso as minhas funções. Entro neste momento em gestão”.

    “Os adeptos perdem mais tempo a insultar-me do que a apoiar a equipa”.

    “Ser destratado na minha casa é algo que considero inadmissível”.

    “O meu mandato neste clube acaba no final deste ano. Acho que é importante que clube e SAD andem de mãos dadas”.

    “Ainda não tomei uma decisão em relação ao clube”

    “O Boavista é muito mais do que futebol e todos os meses temos de encontrar soluções para o presente e para o futuro”.

    “Saio, mas saio com os salários dos jogadores em dia”.

    “Quem me suceder há de encontrar uma solução para pagar os salários de fevereiro”.

    “Desejo do fundo do coração que todos aqueles que estiveram na bancada a insultar o presidente do clube deles tenha razão”.

    Braga

    Artur Jorge:

    “A equipa apresentou grande segurança, com muita personalidade”.

    “Entrámos com a intenção de dominar desde o primeiro minuto. Tivemos essa capacidade”.

    “A equipa esteve serena, a fazer as coisas bem feitas”.

    “De forma gradual, fomos materializando o domínio”.

    “Termos feito mais ou menos golos e não termos sofrido é indiferente, o que importava era a vitória”.

    “O Joe Mendes à esquerda teve a ver com o aproveitamento de um jogador com mais energia. O Borja vinha de 19 jogos consecutivos. Sabíamos também que o Bruno Lourenço procura muito mais espaços por dentro”.

    “É sempre muito importante podermos ter toda a gente disponível e comprometida”.

    “Foi uma vitória de equipa”.

    “O Banza tem feito uma campanha em termos de aproveitamento muito boa”.

    “O que importa neste momento é que todos possam ser importantes para o desempenho da equipa”.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Athletic confirma: Raúl García termina carreira no final da temporada

    Raúl García vai terminar a carreira de futebolista no...

    António Oliveira critica arbitragem e afirma: «Já estou marcado»

    O Corinthians, equipa orientada pelo português António Oliveira, empatou...

    Liverpool tem alternativa surpreendente a Rúben Amorim

    O Liverpool está à procura de novo treinador e...

    Barcelona quer manter Xavi Hernández e só tem uma alternativa ao espanhol

    O Barcelona quer que Xavi Hernández continue no comando...
    Márcio Francisco Paiva
    Márcio Francisco Paivahttp://www.bolanarede.pt
    O desporto bem praticado fascina-o, o jornalismo bem feito extasia-o. É apaixonado (ou doente, se quiserem, é quase igual – um apaixonado apenas comete mais loucuras) pelo SL Benfica e por tudo o que envolve o clube: modalidades, futebol de formação, futebol sénior. Por ser fascinado por desporto bem praticado, segue com especial atenção a NBA, a Premier League, os majors de Snooker, os Grand Slams de ténis, o campeonato espanhol de futsal e diversas competições europeias e mundiais de futebol e futsal. Quando está aborrecido, vê qualquer desporto. Quando está mesmo, mesmo aborrecido, pratica desporto. Sozinho. E perde.