logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Estoril Praia SAD 2-2 CD Santa Clara

Estoril Praia SAD 2-2 CD Santa Clara: Jogo muito animado na Amoreira

CRÓNICA: DISPUTA ATÉ AO FIM ENTRE DUAS EQUIPAS COMPETITIVAS

Encontro entre duas equipas em campeonatos distintos: o Estoril Praia SAD em 4.º lugar na I Liga, com apenas uma derrota na competição (frente ao Sporting CP), e o CD Santa Clara, que partia para esta jornada como o lanterna-vermelha do campeonato.

Desde de cedo que o Santa Clara quis olhar o adversário nos olhos, controlando a posse nos minutos iniciais do jogo com um futebol fluido. Só que o Estoril não demorou muito a responder e ao fim de 10 minutos tínhamos um jogo em que ambas as equipas conseguiam contruir boas jogadas e situações de perigo.

Ricardinho ia sendo o melhor jogador dos de vermelho, criando uma excelente oportunidade que Cryzan desperdiçou ao minuto 11. Seguindo a tendência do jogo, o Estoril, através de Ruiz, também assustou a baliza adversária.

E depois chegaram os golos.

O Santa Clara faturou primeiro, por intermédio de Lincoln, que só teve que encostar após um passe de Rui Costa.

Mas os canarinhos não demoraram a responder: Soria fez um cruzamento irrepreensível, tendo Rosier cabeceado para o fundo das redes à entrada da pequena área.

O empate fez bem ao Estoril, que passou a dominar por completo a partida. O Santa Clara só conseguia sair em contra-ataque (muito através de Ricardinho) e bem pode agradecer ao guardião Marco por impedir o segundo golo dos da casa ainda na primeira parte.

O segundo tempo deu lugar a um jogo morno, mas tal terminou com o segundo golo do Santa Clara, ao minuto 63 – mau corte de Soria, que proporcionou um contra-ataque conduzido e finalizado na perfeição por Cryzan (que até estava a ter um mau jogo).

O Estoril “acordou” com o golo sofrido e começou imediatamente a criar perigo, com o recém-entrado André Franco a conduzir a orquestra canarinha.

No entanto, o Estoril ia perdendo discernimento, até que, ao minuto 86, o VAR assinalou um penalty na área visitante, fruto de um corte de Morita com a mão. André Franco converteu com sucesso o castigo máximo e restabeleceu a igualdade no marcador.

O jogo acabou por terminar empatado, um resultado justo tendo em conta o que ambas as equipas fizeram em campo.

A FIGURA

André Franco – Entrou ao intervalo e foi peça fulcral no jogo do Estoril desde então. Deu sempre qualidade e requinte à construção de jogo da equipa e marcou, de grande penalidade, o golo que valeu o empate à sua equipa. É de esperar que agora agarre a titularidade.

 

O FORA DE JOGO

Bruno Lourenço – O extremo do Estoril esteve uns furos abaixo do que era necessário para conseguir deixar a sua marca neste jogo. Pouco envolvido nas jogadas de perigo da equipa, saiu do terreno, desapontado, aos 60 minutos.

 

ANÁLISE TÁTICA – ESTORIL PRAIA SAD

Alinhando num 4-3-3, o Estoril atacava com muitas unidades, sendo que os médios Rosier e Francisco Geraldes avançavam no terreno para criarem uma linha de cinco jogadores na frente de ataque, juntamente com Bruno Lourenço, Arthur e Ruiz.

A disposição tática pouco se alterava sem bola, momento que o Estoril aproveitava para pressionar em zonas muito avançadas do terreno, numa tentativa de frustrar a construção de jogo do Santa Clara.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Thiago Silva (6)

Carles Soria (6)

Patrick William (6)

Ferraresi (6)

Joãozinho (5)

João Gamboa (5)

Rosier (7)

Bruno Lourenço (5)

Francisco Geraldes (5)

Arthur (6)

Ruiz (6)

SUBS UTILIZADOS

André Franco (7)

Rodrigo Valente (6)

Rui Fonte (5)

Xavier (6)

Chiquinho (5)

 

ANÁLISE TÁTICA – CD SANTA CLARA

À semelhança do adversário, os açorianos alinharam num 4-3-3 a atacar e a defender. No primeiro momento, Morita tentava combinar com os dois centrais para proporcionar uma saída de bola controlada.

A defender, o Santa Clara procurava maioritariamente impedir dar espaços no centro do terreno, forçando muitas vezes o Estoril a jogar pelas alas.

Com o decorrer do tempo, a equipa passou a procurar avançar no campo através de bolas longas, estratégia que resultou na maior parte das vezes.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Marco (7)

Rafael Ramos (6)

Villanueva (6)

Boateng (6)

Mansur (6)

Nené (6)

Morita (6)

Lincoln (7)

Cryzan (6)

Rui Costa (6)

Ricardinho (7)

SUBS UTILIZADOS

Anderson Carvalho (6)

Luiz Phellype (5)

Paulo Henrique (5)

Jean Patric (6)

BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Estoril Praia SAD

BnR: O Estoril foi a equipa que teve mais posse de bola e que fez mais remates à baliza adversária, ainda assim, teve que lutar para conseguir o empate. Deste modo, considera que o resultado final é justo, tendo em conta o que ambas as equipas fizeram em campo?

Bruno Pinheiro: Sinceramente acho que sim. Não fomos piores, não fomos melhores e como tal acho que o resultado é justo.

 

CD Santa Clara

BnR: O Santa Clara continua no último lugar do campeonato, ainda assim veio hoje ao reduto da equipa que está no quarto lugar do campeonato, que ainda só tinha uma derrota no campeonato; apesar de não sair daqui com a vitória, acha que foi mais um passo na direção certa para o Santa Clara?

Nuno Campos: Sem dúvida que nós saímos daqui com um resultado que não queríamos, queríamos ganhar, mas com uma exibição que faz crer que a equipa está num bom caminho. Do ponto de vista coletivo foi um jogo muito consistente, os jogadores estão de parabéns pelo excelente jogo que fizeram.

O resultado é injusto, tivemos mais oportunidades para marcar. De qualquer forma tenho de dar os parabéns à minha equipa, estamos no bom caminho.

A mim não me preocupa a classificação porque eu sempre senti que os jogadores queriam aprender, queriam melhorar, queriam formar um coletivo forte. Quando trabalhamos durante a semana e sentimos todo o grupo de trabalho unido da forma como sentimos desde sempre, sabíamos que era uma questão de tempo para sair desta situação. Não saímos ainda, mas estamos no bom caminho.

Desde pequeno que o desporto faz parte da sua vida. Adora as táticas envolvidas no futebol europeu e americano e também é apaixonado por wrestling.

Desde pequeno que o desporto faz parte da sua vida. Adora as táticas envolvidas no futebol europeu e americano e também é apaixonado por wrestling.

FC PORTO vs CD TONDELA