Anterior1 de 4Próximo

Cabeçalho Futebol Nacional

Tarde de calor no Estádio Municipal de Braga para se jogar o SC Braga x GD Estoril Praia referente à 8ª jornada da Liga NOS. Do lado da equipa da casa a moral estava em alta na sequência das quatro vitórias alcançadas nos últimos cinco jogos disputados e da vitória “europeia” frente ao Istambul BB. Por outro lado, os estorilistas vinham de cinco derrotas consecutivas e a precisar urgentemente de pontos para sair da antepenúltima posição da Liga NOS ocupada à entrada para esta jornada.

Em dia de eleições autárquicas e num estádio com menos de meia casa (10651 espetadores), o SC Braga entrou em campo com muitos dos habituais titulares (como Paulinho, João Carlos Teixeira ou Ricardo Ferreira) no banco de suplentes. Nota de destaque ainda para as ausências, por lesão, de Marafona, Sequeira, Mauro, Rosic e Wilson Eduardo. Já a equipa de Pedro Emanuel teve como principal surpresa a não inclusão no 11 inicial do jovem Pêpê Rodrigues, titular nos últimos encontros. Mano, Abner e Luís Ribeiro não foram igualmente a jogo por se encontrarem lesionados.

Numa primeira parte algo “morna”, foi até o GD Estoril Praia a entrar melhor em campo e a criar as melhores ocasiões de golo nos primeiros 15 minutos. A equipar totalmente de azul, os “canarinhos” tiveram a primeira oportunidade logo aos 11 minutos de jogo, com Lucas Evangelista já dentro da grande área a rematar forte para uma grande defesa de Matheus. Aos 16 minutos Eduardo Teixeira trabalhou bem no corredor central, deixou a bola na esquerda para Aylton Boa Morte, mas este acabaria por rematar fraco para defesa de Matheus.

Após o domínio inicial dos estorilistas, aos 17 minutos de jogo tudo mudou. André Horta fez um excelente passe de rotura para Bruno Xadas que, a partir da direita, cruzou rasteiro para Dyego Sousa, à boca da baliza, encostar para golo. O brasileiro já não marcava para a Liga NOS desde janeiro! Daí em diante o GD Estoril Praia claramente esmoreceu animicamente e o SC Braga começou a tomar conta do jogo. As oportunidades sucediam-se com Dyego Sousa, aos 27 minutos, após abertura de Jefferson, a realizar um grande trabalho individual dentro da grande área que culminou num forte remate apenas travado por José Moreira. Aos 40 minutos o SC Braga acabaria mesmo por conseguir alargar a vantagem; Xadas apontou um livre teleguiado a partir da direita com Raúl Silva, o central goleador, a aparecer ao primeiro poste para cabecear de forma exímia para golo. 2-0 no marcador, resultado com que se chegaria ao intervalo sem que o GD Estoril Praia parecesse capaz de esboçar qualquer reação perante a maior qualidade individual e coletiva dos “gverreiros do Minho”.

Goleada à moda do Minho, com evidente superioridade braguista em todo o encontro Fonte: SC Braga
Goleada à moda do Minho, com evidente superioridade braguista em todo o encontro
Fonte: SC Braga
Anúncio Publicitário

Após um intervalo no qual não se realizaram substituições em qualquer das equipas, o GD Estoril Praia regressou mais atrevido, com uma grande oportunidade de golo logo aos 48 minutos de jogo; Lucas Evangelista trabalhou bem na esquerda, cruzou rasteiro e, na marca de penálti, Eduardo Teixeira surgiu isolado a rematar ao lado da baliza à guarda de Matheus. A partir daí o cenário foi mais do mesmo, com o SC Braga a ir concretizando a sua superioridade em golos. Primeiro aos 55 minutos, com Xadas a fazer um excelente passe para a desmarcação de Ricardo Esgaio que, junto à linha de fundo, cruzou rasteiro para Fábio Martins, que se antecipou à defesa “canarinha” para encostar para golo. Pouco depois, aos 57 minutos, foi André Horta quem realizou uma grande abertura para Bruno Xadas que, à entrada da área pelo lado esquerdo, “encheu o pé” para marcar o golo da tarde. Golaço no Estádio Municipal de Braga!

Aos 62 minutos foi a vez de Raúl Silva entrar na grande área e deixar a bola para Ricardo Horta para que este, com um remate forte e colocado, marcasse o quinto golo para o SC Braga. Goleada na “Pedreira” sem que o GD Estoril Praia, muito frágil defensivamente, parecesse capaz de contrariar a evidente superioridade demonstrada dentro das quatro linhas pela equipa bracarense. Victor Andrade ainda rematou forte e ligeiramente por cima da baliza à guarda de Matheus, aos 65 minutos, mas haveria de ser o SC Braga a alargar a vantagem. Aos 82 minutos João Carlos Teixeira ameaçou perigosamente e, aos 83 minutos, o golo (mais um!) chegou mesmo; Esgaio cruzou a partir da direita para a zona do primeiro poste, com Ricardo Horta a bater mais uma vez um desamparado Moreira.

Derrota pesada para o GD Estoril Praia, que cai assim para a última posição da tabela classificativa. Pedro Emanuel tem muito trabalho pela frente, sobretudo no momento defensivo da equipa, caso pretenda ainda ter a possibilidade de vir a realizar uma época tranquila. Já o SC Braga está em crescendo, e conta no seu plantel com jovens como André Horta ou Bruno Xadas que, seguramente, fazem com que Abel Ferreira encare o que resta da presente temporada com relativa tranquilidade.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários