Depois de vários anos a lutar para que fosse aprovada a expansão da Academia Sporting, em Alcochete, pelas entidades municipais, finalmente parece ter-se chegado a um acordo, permitindo que o clube leonino avance com esse sonho antigo.

Segundo parece, esses melhoramentos abrangem essencialmente a construção de mais cinco campos de treino e um novo edifício exclusivo para acolher o plantel profissional de futebol. Não acho mal, até porque com um simples trocar de colchões, já foram revelados tantos novos talentos da formação. Imagine-se agora o que será das equipas de formação do futebol do Sporting com tal acréscimo qualitativo nas infraestruturas da academia.

Considero, no entanto, que todo esse novo espaço que nos é proporcionado para dar melhores condições aos nossos atletas, não deveria incidir apenas no futebol, não esquecendo, pelo menos, o que parece ser o parente pobre do nosso clube em termos de infraestruturas próprias, depois da construção do “João Rocha”: O Atletismo.

Fonte: FPA

Esta modalidade, que é apenas e só a que nos deu mais títulos nacionais e internacionais, não tem um cantinho que possa chamar de seu no universo Sporting, tendo os atletas que treinar onde encontram condições para o fazer.

Anúncio Publicitário

Nessa expansão, poderiam dispensar, nem que fosse apenas um desses cinco campos de treino, para instalar uma pista de tartan, um poço de areia para os saltos, e os equipamentos necessários para o treino das várias modalidades dentro do Atletismo.

Bem sei que me irão falar da Pista Municipal Moniz Pereira, que alberga a Academia de Atletismo do Sporting, que talvez até possa estar mais bem situada, com uma localização mais central, mas continua a ser um espaço que não é nosso.

Não sendo nosso, a longo prazo acarretará custos mais elevados (dependendo do tipo de contrato celebrado) e, a avançar esta obra em Alcochete, significará que há verba disponível para o melhoramento, pelo que alterar um pouco o projeto para incluir as infraestruturas mais viradas para o atletismo não encareceria muito mais o mesmo.

Não sei se esta ideia fará sentido para mais alguém, até porque Alcochete está cada vez mais definitivamente ligada ao futebol, agora também com a estrela maior do futebol mundial associando o seu nome à academia. Academia Cristiano Ronaldo.

Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Para mim, fará sempre sentido dar as melhores condições aos nossos aletas das mais variadas modalidades. E, se já fiquei extasiado com a construção do pavilhão João Rocha, que permitiu exponenciar de uma forma bem visível os resultados das nossas modalidades de pavilhão/ringue, com toda a certeza ficaria igualmente feliz com a concretização dessa minha ideia, que pode ser só isso mesmo, uma ideia minha, sem sentido prático.

O professor Moniz Pereira, que à semelhança de Francisco Stromp, também praticou as mais diversas modalidades, com certeza teria gostado de ter visto concretizada uma mini-cidade Sporting, nem que fosse em Alcochete, onde conseguisse albergar diversas práticas desportivas do clube.

Talvez seja só um sonho meu, que poderia nem resultar por estarmos a colocar várias valências num mesmo espaço, mas a verdade é que, a concretizar-se esta expansão, tínhamos tudo para dar melhores condições aos nossos atletas que tantas alegrias nos têm dado, estando muitos deles já qualificados para os próximos jogos olímpicos. A verdade é que, internamente, ainda só conseguimos ser os melhores em femininos. O atletismo masculino está a perder força no Sporting, não conseguindo o título há vários anos.

Ainda que para muitos esta possa ser uma ideia utópica, é desse tipo de debates que surgem muitas vezes grandes ideias. Isto pode não valer de nada, mas se ajudar alguém a ter uma ideia no futuro para o desporto sportinguista, já terá valido a pena.

Sporting é desporto, não apenas futebol.

Artigo revisto por Joana Mendes

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome