Anterior1 de 2Próximo

sporting cp cabeçalho 2

Os laterais são peças essenciais no esquema tático de Jorge Jesus para esta equipa do Sporting. Esta época, o Sporting acertou finalmente com as escolhas e tem dois ótimos laterais, um promissor e outro razoável à disposição do treinador.

Na minha opinião, Cristiano Piccini e Fábio Coentrão são absolutamente indiscutíveis quando estiverem em condições físicas para jogar. O internacional português é bem conhecido do público e está cada vez mais capacitado a nível físico para mostrar o seu valor. Já disputou os noventa minutos nos últimos dois encontros, frente a Famalicão e Olympiacos, com várias incursões ofensivas. Sempre seguro a nível defensivo, Coentrão é um jogador da máxima confiança do treinador e esse é outro dado a ter em conta.

A alternativa direta ao jogador emprestado pelo Real Madrid é Jonathan Silva. Depois do empréstimo ao Boca Juniors, o argentino voltou ligeiramente melhor do que quando saiu, mas não tem ainda qualidade para ser primeira opção nos leões. Frágil no momento defensivo, ficou marcado já esta época pelos golos sofridos em Atenas e Turim. Como também não é suficientemente bom ofensivamente para “esconder” as debilidades defensivas, Jonathan não caiu no goto dos adeptos. Curiosamente, um dos últimos encontros que disputou, na receção à Juventus, foi uma das suas melhores exibições. Contudo, a lesão contraída frente ao Famalicão obrigou a que Jonathan fosse operado e vá estar de fora, previsivelmente, até fevereiro.

Fábio Coentrão é o melhor lateral esquerdo dos últimos anos do Sporting. Assim a condição física esteja com ele Fonte: Sporting Clube de Portugal
Fábio Coentrão é o melhor lateral esquerdo dos últimos anos do Sporting. Assim a condição física esteja com ele
Fonte: Sporting Clube de Portugal

Com a ausência de Jonathan Silva e a iminente fragilidade, que é conhecida, de Fábio Coentrão, coloca-se uma questão: Quem substituirá Coentrão quando este não puder jogar? Na minha ótica, existem duas opções: a adaptação de Bruno César ou de um dos laterais direitos.

A primeira opção, pelo brasileiro, foi bastante utilizada na temporada passada por Jorge Jesus, devido à falta de confiança que tinha nas opções existentes na altura, Jefferson e Marvin Zeegelaar. É um jogador que me parece poder ser opção em jogos contra equipas de qualidade inferior, mas não pode ser utilizado em jogos “mais equilibrados”, devido às duas fragilidades defensivas.

A segunda opção, no meu ponto de vista, é a mais acertada, com a adaptação de um dos laterais direitos, preferencialmente Ristovski, ao flanco canhoto. Bem sei que não é igual para um lateral jogar à direita ou à esquerda, devido à utilização do pé preferencial e ao cálculo dos apoios nos diferentes momentos de jogo. Ainda assim, parece-me que o Sporting não pode desperdiçar a enorme qualidade que tem nos seus dois laterais direitos.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários