Anterior1 de 4

Terminaram os europeus de pista coberta, e mais uma vez a comitiva portuguesa era composta por uma forte representação leonina, mais concretamente sete atletas em dezasseis. No entanto, o Sporting CP ainda se fez representar por mais dois atletas de outras nacionalidades.

A grande maioria, sendo estreantes, não teriam grandes aspirações a medalhas, no entanto, tendo qualidade para estarem presentes neste palco, poderiam sempre surpreender, até porque os recordes são para ser batidos, sejam eles europeus ou mesmo pessoais.

Havia, contudo, alguns atletas que pelos resultados que vinham tendo mostravam poder ambicionar uma medalha. Logo à partida, Patrícia Mamona que já em 2017 tinha conseguido a medalha de prata, e Auriol Dongmo que vinha para esta competição com a melhor marca europeia do ano.

Anúncio Publicitário

A verdade é que, terminado este torneio, passamos a contar com mais duas campeãs europeias nas nossas fileiras. São elas Patrícia Mamona e Auriol Dongmo. Ainda assim, quero deixar referencia a todos os outros atletas que deram também tão boa conta de si e merecem ser mencionados, pelo que deixo a seguir um pequeno resumo da campanha de cada um.

Anterior1 de 4

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome