logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Boavista FC 0-3 Sporting CP: Revolução leonina em dia de cravos

A CRÓNICA: EM DIA DE LIBERDADE, OS CRAVOS FORAM DOS LEÕES

No fechar da jornada 31, o Boavista Futebol Clube recebia o Sporting Clube de Portugal num encontro onde ambas as equipas vinham de uma derrota e procuravam o regresso às vitórias.

Se bem que os segundos classificados, Sporting iniciavam o jogo sabendo que o líder FC Porto havia perdido em Braga e uma vitória colocava o primeiro lugar a seis pontos de distância.

A equipa mais forte no início do jogo foi o conjunto de Lisboa, que segurava a bola no pé e apostava em jogadas pelas alas. Já as panteras praticavam um jogo paciente na espera do erro do adversário e uma troca de bola rápida.

A linha defensiva do Boavista dava problemas aos forasteiros, que não conseguiam colocar a bola no último terço do campo, sendo que no minuto 24 estiveram perto de inaugurar o marcador, todavia, Bracali brilhou.

Perto do minuto 30, o plano de jogo dos panteras mostrava alguns frutos e causou dois contra-ataques seguidos (protagonizados por Gorré), porém, como foi habitual na história do jogo, Coates apareceu para fazer o corte no momento certo.

Momentos depois, o mesmo suspeito do costume dos anfitriões voltou a efetuar novo ataque perigo e desta vez obrigou Neto a fazer falta que lhe valeu o cartão amarelo.

A primeira parte avançava e na zona da grande área Coates efetuou um passe a rasgar que viu Nuno Santos a entrar pela ala esquerda, acaba nos pés de Pedro Gonçalves e este, de calcanhar mete a bola em Matheus Nunes, onde de fora da área colocou a bola no fundo das redes para inaugurar o marcador.

Depois do golo inicial o Sporting ganhava mais força e o remate de Sarabia no minuto 40 foi direcionado às malhas, porém Bracali evitou o segundo da noite, por enquanto.

Já na segunda parte, nenhuma equipa conseguia entrar bem com a bola, semelhante ao início da primeira, contudo, no minuto 56 os axadrezados conseguiram o primeiro momento de perigo, vendo o remate de Makouta a passar ao lado do poste.

Momentos depois, no minuto 58, os visitantes iniciaram um lance de ataque e num cruzamento de Marcus Edwards, a bola acabou a desviar em Abascal e ao tocar no poste ressaltou para cruzar a linha de golo. Estava feito o segundo tento da partida e os leões venciam por 2-0.

A equipa da casa procurou entrar na disputa do encontro com um golo, mas nada conseguia concretizar e viu o adversário chegar perto do terceiro golo com um cabeceamento de João Palhinha.

Se não foi à primeira, um par de minutos depois acabava por ser apontado o terceiro golo. Através de uma grande penalidade, o suplente Tabata pregava o último prego do caixão, confirmando a vitória dos leoninos por 3-0.

A FIGURA

Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

Sebastián Coates –Foi uma das figuras imperiais neste encontro do Sporting CP. Faz um passe soberbo que dá origem à jogada do primeiro golo e esteve sempre no sítio certo à hora certa.

O FORA DE JOGO

Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

Rodrigo Abascal – Apesar do jogo defensivo do Boavista FC se ter mantido coeso durante grande parte da primeira metade do encontro, Abascal faz o corte que culmina em autogolo e não teve, de longe, uma das suas melhores exibições

 

ANÁLISE TÁTICA – BOAVISTA FC

O Boavista FC de Petit entrou em campo alinhado num 3-4-3. Bracali iniciou entre os postes, com Abascal, Porozo e Cannon na defesa. No meio-campo, Makouta foi o elemento mais recuado, jogando na posição “6”, com Vukotic no miolo e Malheiro, a par de Filipe Ferreira, a dar largura nas alas.

De Santis baixava na linha, para receber jogo e jogar, também, entre linhas, com Nathan e Gorré a apoiar como extremos. Nos momentos defensivos, aquando construção ofensiva do Sporting CP, os boavisteiras moldavam-se num 5-3-2, com marcação individual e pressão bastante alta nos jogadores mais influentes da equipa verde e branca.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Bracali (7)

Rodrigo Abascal (5)

Jackson Porozo (5)

Reggie Cannon (6)

Filipe Ferreira (6)

Makouta (7)

Vukotic (6)

Malheiro (6)

Kenji Gorré (6)

Nathan (6)

De Santis (6) 

SUBS UTILIZADOS

Yusupha (6)

Reymão (5)

Luís Santos (6)

Hamache (6)

Ntep (6)

 

ANÁLISE TÁTICA – SPORTING CP

Rúben Amorim alinhou o onze inicial leonino num 3-4-3, com Paulinho e Pedro Porro castigados e Matheus Reis uma notória ausência. Adán voltou a assumir a guarida dos postes. Na defesa, assumiram Luís Neto, Coates e Gonçalo Inácio.

Palhinha voltou a assumir a sua habitual posição a “6”, com os alas Nuno Santos e Ricardo Esgaio na linha a dar largura. Pedro Gonçalves e Sarabia baixavam para jogar entre linhas, apesar dos blocos muito próximos entre meio-campo e ataque. Na frente, restou Marcus Edwards.

A nível defensivo, o Sporting montou um 5-3-2, com os alas a baixar à defesa e Edwards e Sarabia a segurar a frente. 

ONZE INICIAL E PONTUAÇÕES

Adán (7)

Luís Neto (6)

Coates (8)

Gonçalo Inácio (6)

Ricardo Esgaio (5)

Palhinha (6)

Matheus Nunes (7)

Nuno Santos (6)

Marcus Edwards (7)

Pedro Gonçalves (6)

Pablo Sarabia (6)

SUBS UTILIZADOS

Manuel Ugarte (7)

Ruben Vinagre (6)

Bruno Tabata (7)

Feddal (6)

Daniel Bragança (7)

BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

BOAVISTA FC

Bola na Rede: Os primeiros dois golos que sofreram surgiram de ressaltos e o último surgiu de uma grande penalidade. Apesar disso, considera um resultado justo?

Petit: O golo na primeira parte veio de uma abordagem mal feita da nossa parte. Foi um jogo sem grandes oportunidades. Tivemos uma logo a abrir na segunda parte. Quando tens o segundo golo num ressalto tornas as coisas mais difíceis. O Sporting tem jogadores de qualidade, fortes e com velocidade. Não encaixámos, tivemos algum receio de alinhar na pressão. Mas são coisas que vamos e temos de corrigir.

SPORTING CP

Não foram permitidas questões ao Bola na Rede

 

Rescaldo de opinião de Andreia Araújo e Marcos Brêa

O Bola na Rede é um órgão de comunicação social desportivo. Foi fundado a 28 de outubro de 2010 e hoje é um dos sites de referência em Portugal.

O Bola na Rede é um órgão de comunicação social desportivo. Foi fundado a 28 de outubro de 2010 e hoje é um dos sites de referência em Portugal.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA