sporting cp cabeçalho 2

No seu regresso à elite do futebol português, o Desportivo das Aves defrontou o vice-campeão nacional, o Sporting CP. De cara lavada, o clube de Alvalade apresentou cinco reforços no “onze” inicial (Mathieu, Coentrão, Piccini, Acuña e Bruno Fernandes). Por outro lado, o clube da Vila das Aves apenas jogou com um jogador que já estava na equipa na época transata, o avançado Guedes.

Desde o apito inicial, o Sporting procurou ser dono e senhor do encontro, com índices de posse de bola elevados e linhas bastante adiantadas no terreno. O conjunto da casa deixava o Sporting circular a bola nas imediações da sua área, contando com Falcão e Washington para tentarem recuperar bolas e saírem em contra-ataques rápidos. Apesar dos intentos avenses, foram os lisboetas que inauguraram o marcador. Após uma perda de bola na sequência de um canto, a equipa do Aves foi apanhada desprevenida e, através de um passe longo de Acuña, Gelson apareceu na cara de Adriano e fez o primeiro golo da Liga NOS 2017/2018.

O Desportivo das Aves tentou reagir, principalmente através de lances de bola parada, mas sem sucesso. Os verde e brancos mostravam-se seguros e não procuravam efusivamente o segundo golo, optando por uma estratégia mais cautelosa.

Os leões agarraram a liderança no marcador no primeiro tempo e conquistaram uma vitória tranquilo diante do recém-promovido Desportivo das Aves. Fonte: Liga Portugal
Os leões agarraram a liderança no marcador no primeiro tempo e conquistaram uma vitória tranquilo diante do recém-promovido Desportivo das Aves.
Fonte: Liga Portugal

No segundo tempo, o cenário manteve-se: os avenses procuravam a igualdade, mas os “leões” mostravam-se coesos defensivamente. A equipa de Jorge Jesus explorava as debilidades naturais do Aves, que construiu uma equipa completamente nova e que não tem processos estabilizados. Apesar do Sporting mais controlador, o meio-campo leonino não se mostrava dinâmico e criativo, levando à substituição de Bruno Fernandes em detrimento de Podence. A equipa de Ricardo Soares jogava mais com o coração do que com a cabeça e caía constantemente nas armadilhas defensivas do Sporting, quer em fora-de-jogo, quer em situações de inferioridade numérica.

Anúncio Publicitário

A tranquilidade do Sporting era evidente, mas Gelson fez questão de terminar com as dúvidas no encontro à passagem do minuto 75. Após um erro defensivo do Aves, Gelson Martins foi oportuno e bisou na partida. Até ao apito final, o ritmo de jogo baixou e o Sporting confirmou a vitória na primeira jornada do campeonato.