ÚLTIMA HORA:

Coates vestido com o equipamento alternativo do Sporting

Cuidado com a ‘Coatesdependência’

Os golos de Sebastián Coates já parecem algo tão natural que parece que falamos de um avançado, numa altura em que falta claramente um goleador no plantel e a principal referência do ataque leonino apresenta imensas dificuldades em marcar com regularidade. Pois bem, o capitão leonino, por muita facilidade que tenha em marcar, principalmente nos minutos finais, vai ser sempre um central… será esta dependência positiva?

Coates é já o terceiro defesa mais goleador na história do Sporting 

A verdade é que o uruguaio vai fazendo história a cada dia que passa e parece não querer ficar por aqui. Aos 31 anos, é já o terceiro defensor com mais golos (27) na história do Sporting CP, apenas superado por Morais, autor do golo mais famoso da história do clube na final da Taça das Taças e que fez o gosto ao pé em 69 ocasiões entre 1958 e 1968, bem como por Lúcio Morais, que representou o clube de 1959 a 1964, marcando 35 golos.

No que diz respeito a jogos realizados, El Patrón é o 8º na lista, somando 253 partidas de leão ao peito, ainda muito longe de Hilário, o jogador com mais partidas oficiais na história do Sporting CP (475).

Desde a sua chegada em janeiro de 2016, por empréstimo do Sunderland AFC, Coates já conquistou uma Liga Portuguesa, uma Taça de Portugal, três Taças da Liga e uma Supertaça Cândido de Oliveira. Pelo meio, foi eleito o melhor jogador do campeonato na temporada passada e já figurou no onze da época da competição em duas oportunidades (2017/18 e 2020/21). Se em Inglaterra Coates teve dificuldades, em Portugal tornou-se referência.

💫 𝐉𝐎𝐆𝐀𝐃𝐎𝐑 𝐃𝐀 𝐒𝐄𝐌𝐀𝐍𝐀 💫

🦁 Sebastián Coates é um dos candidatos desta semana❗
𝙑𝙊𝙏𝙀 𝙅Á 👉 https://t.co/ro2ktBimv4@SebastianCoates | @Sporting_CP | #UCL pic.twitter.com/5b8rSgMfyI

— UEFA.com em português (@UEFAcom_pt) October 21, 2021

Todos estes números são dignos de registo, principalmente no que toca aos golos marcados. A capacidade do capitão leonino nos duelos aéreos é impressionante, o que acaba por ser evidenciado tanto a nível defensivo como ofensivo. No entanto, o Sporting CP ficar refém de um defesa central para marcar golos – particularmente em jogos decisivos ou de grau de dificuldade elevado – é, no mínimo, desconfortável… ou preocupante.

Como é sabido, Rúben Amorim vê o uruguaio como o terceiro ponta de lança do plantel, o que por si só também é um risco desnecessário e que já foi abordado após o fim do mercado de transferências. Só mesmo no Sporting CP é que não se podem ter três avançados, mas adiante…

Numa altura da temporada em que Pedro Gonçalves, o jogador com maior capacidade de finalização do plantel, está a regressar de lesão e ainda não retomou o ritmo a que nos habituou, em que Paulinho apresenta uma enorme falta de confiança, assim como Jovane Cabral – um jogador extremamente irregular, refira-se –, pelo que urge a necessidade de pelo menos um deles elevar o nível, até porque se aproxima uma fase decisiva da época em que a continuidade na Europa estará em jogo frente a Besiktas e Borussia Dortmund.

Coates
Fonte: Sebastião Rôxo / Bola na Rede

De resto, Pablo Sarabia não é propriamente um goleador e não entra nesta equação, assim como Tiago Tomás, que pouco joga, não sendo ele também um prodígio no capítulo da finalização.

É bonito e até ‘romântico’ para os adeptos verem o capitão celebrar, até porque Coates é a maior referência do plantel atual e caminha a passos largos para se tornar uma lenda do Sporting CP, é o conto de fadas perfeito. Mas a realidade é que não há milagres e que não será um defesa central a resolver sempre… até porque, evidentemente, não passa o jogo inteiro na área contrária – no máximo o último quarto de hora. Que continue a marcar os seus golos, será sempre bom sinal, para ele e para o clube, mas não esperemos que resolva sempre…

Componente 5 – 1 (1)

É apaixonado por futebol, principalmente pelo Sporting CP, o seu único clube. Está a licenciar-se em Comunicação e Jornalismo, adora escrever sobre futebol no geral, além de outras modalidades como o wrestling, que acompanha desde pequeno. Também gosta de apreciar o futebol fora do espectro da paixão clubística, tendo como principais referências Cristiano Ronaldo e Diego Maradona.                                                                                                                                                 O Francisco escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

É apaixonado por futebol, principalmente pelo Sporting CP, o seu único clube. Está a licenciar-se em Comunicação e Jornalismo, adora escrever sobre futebol no geral, além de outras modalidades como o wrestling, que acompanha desde pequeno. Também gosta de apreciar o futebol fora do espectro da paixão clubística, tendo como principais referências Cristiano Ronaldo e Diego Maradona.                                                                                                                                                 O Francisco escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA

  • 00DIAS
  • 00HORAS
  • 00MINUTOS
  • 00SEGUNDOS
FC PORTO x ESTORIL PRAIA
SPORTING CP x SANTA CLARA
PAÇOS FERREIRA x SL BENFICA