logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Slimani Paulinho

Dupla Paulinho/Slimani: A compatibilidade que poucos esperavam

A chegada de Slimani ao reduto de Alvalade procurava colmatar algumas lacunas que a equipa tinha. A que me vem logo à memória é a necessidade de um ponta de lança goleador. Com o argelino no conjunto de opções, o Sporting CP ganhou uma referência na área, algo que anteriormente não tinha.

Paulinho foi uma escolha prioritária de Rúben Amorim. A principal dúvida que pairava no seio dos sportinguistas era o papel que o argelino iria ter na equipa, visto que o avançado português tinha vindo a ser quase totalista nas participações da formação de Alvalade. Seria Slimani uma opção esporádica quando o Sporting CP se encontrasse com necessidade de marcar nos últimos minutos? Ou mais uma escolha ameaçadora à titularidade?

Rúben Amorim sempre deixou claro que, de momento, o Sporting CP se verifica uma equipa estruturada e pouco flexível taticamente. Porém, e como já escrevi por aí, a utilização da mesma tática faz com que os jogadores se tornem versáteis. Mantendo o 3-4-3, o técnico português já alinhou Slimani e Paulinho na frente de ataque, uma fórmula que se tem demonstrado de sucesso.

Sporting Paulinho
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

As diferenças entre os atletas

São notáveis as características distintivas entre os dois: enquanto que Paulinho é um avançado, Slimani é um ponta de lança. O primeiro, faz a equipa jogar, tendo uma importância na equipa que se calhar o “adepto comum” não nota, mas que o amante de futebol valoriza. Vem buscar jogo atrás, arrasta marcações e dá soluções tanto em apoio frontal como em largura. Muito do jogo leonino passa por ele.

Já Slimani, embora seja um jogador menos forte nestes aspetos do jogo, garante golos que o português não consegue. É mais decisivo no momento da finalização e uma ameaça maior para as defesas contrárias.

Sporting Paulinho
Fonte: Sebastião Rôxo / Bola na Rede

 

A sociedade inesperada

Rúben Amorim já utilizou os dois avançados em 3-4-3 e em 3-5-2, esta última por apenas uma ocasião. Na primeira formação, a predileta do treinador, Slimani atuou no centro do ataque e Paulinho descaído para a esquerda. Na segunda, o argelino era o avançado que fixava a linha defensiva adversária, enquanto que o internacional português posicionava-se na zona média do campo.

Desde que atuam juntos, o desempenho dos dois tem sido muito positivo. As boas exibições de Slimani nos primeiros jogos de leão ao peito desde o seu regresso têm-me surpreendido. Não esperava um impacto tão imediato. Para além dos golos, também a condição física do atleta me tem suscitado a atenção: com 33 anos, continua com capacidade física para fazer 90 minutos em vários jogos seguidos.

COM QUE ENTÃO ESTAVA ACABADO…

Islam Slimani 🇩🇿 na #LigaBwin 21/22:

🔸 5 acções p/ golo (AG) em 6J
🔸 1 AG a cada 67 mins (4º melhor*)
🔸 1 Golo a cada 85 mins (2º melhor*)
🔸 2º melhor marcador*

* desde o fecho de mercado de inverno#RatersGonnaRate #SportingCP pic.twitter.com/BVdZFG6f54

— GoalPoint.pt (@_Goalpoint) March 15, 2022

Se Slimani entrou a todo o gás, também posso dizer que Paulinho melhorou com a chegada do argelino. Talvez algo libertado da responsabilidade de fazer golos (sobretudo, da parte dos adeptos), o ex-SC Braga sai mais destacado nas ações positivas que tem ao longo do encontro.

No fundo, aquilo que se pode dizer é que Paulinho e Slimani são dois jogadores completamente diferentes, mas cujos pontos que os diferenciam culminam numa simbiose complementar. Ambos oferecem distintas soluções para a posição central do ataque leonino, mas ao mesmo tempo combinam bem quando estão simultaneamente em campo.

Penso que a utilização de Slimani a ponta de lança e de Paulinho como extremo/avançado interior pode ser vista mais vezes. Quando Amorim quiser a participação ativa do português com bola e a ameaça constante do argelino na área adversária em simultâneo, esta dupla poderá ser a escolha certa.

Porém, e como a terceira opção para o centro do ataque leonino é o jovem de 16 anos Rodrigo Ribeiro, que embora revele qualidade tem muito para crescer, penso que a dupla Paulinho-Slimani tem de ser gerida com cuidado.

O Sporting CP não se pode dar ao luxo de atacar os objetivos daquilo que resta da temporada sem avançado, por uma eventual utilização excessiva que desgaste fisicamente os dois atletas. Há que saber aproveitar a qualidade dos dois, quando possível em simultâneo, mas tendo em conta as limitações do plantel ao nível de opções.

Há muitos anos que o Miguel tem contacto com o futebol. Desde tenra idade habituado ao nervoso miudinho causado pelo desporto rei, Alvalade acabou por se tornar o palco principal do teatro dos seus sonhos. Jovem aspirante a jornalista e apaixonado pela área da comunicação, escolheu a ESCS para tirar a sua licenciatura. Agora, pretende ganhar asas e rumar até novos palcos.                                                                                                                                                 O Miguel escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Há muitos anos que o Miguel tem contacto com o futebol. Desde tenra idade habituado ao nervoso miudinho causado pelo desporto rei, Alvalade acabou por se tornar o palco principal do teatro dos seus sonhos. Jovem aspirante a jornalista e apaixonado pela área da comunicação, escolheu a ESCS para tirar a sua licenciatura. Agora, pretende ganhar asas e rumar até novos palcos.                                                                                                                                                 O Miguel escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA