sporting cp cabeçalho 1

De uma letra criada para a inauguração do novo estádio do Sporting CP até a um problema que incomoda a grande maioria dos Sportinguistas vai uma (muito) curta distância.

Desde o primeiro minuto disputado na inauguração do novo José Alvalade que a má qualidade do relvado tem vindo a ser uma questão recorrente. Naquele famoso jogo em que o teenager Cristiano Ronaldo deixou rendida a seus pés toda uma equipa do Manchester United, um dos poucos problemas vislumbrados nesse momento foi o tapete de jogo, algo que ao longo dos anos foi subsistindo e até proporcionou situações embaraçosas e caricatas.

Anúncio Publicitário

O vexame que foi a solução encontrada por Paulo Pereira Cristóvão num clássico frente ao FC Porto dificilmente será esquecido tanto pelos Sportinguistas como pelos rivais. Pior ainda é apresentar um relvado sem condições numa Liga dos Campeões em que cada jogo é visto por milhares de pessoas.

O tema "O Mundo Sabe Que" veio dar uma dimensão abismal ao que é um jogo em Alvalade Fonte: Sporting CP
O tema “O Mundo Sabe Que” veio dar uma dimensão abismal ao que é um jogo em Alvalade
Fonte: Sporting CP

Já se mudou de marca e de estilo de relva; já se pensou em soluções radicais, como a colocação de um relvado sintético (algo que felizmente não avançou), e em tratamentos à base de painéis solares e ventoinhas. Nenhuma solução vingou, apesar dos milhares de euros despendidos no processo.

Por isso, é com agrado que vejo que a direcção do clube está – mais uma vez – atenta e decidiu fazer obras a uma escala superior a qualquer outra já realizada desde a inauguração do recinto em 2003.

Pela Internet fora encontramos soluções que tornariam o nosso estádio ainda mais bonito, tanto por dentro como por fora. À semelhança do que acontece com o relvado, nenhum Sportinguista morre de amores pelo fosso que distancia os adeptos dos jogadores.