logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Sporting

Este ano o Sporting já não ganha nada

Os sportinguistas, durante muitos anos, andaram a gastar a celebre frase, que quase se chegou a transformar num dobrão, em que se afirmava que “para o ano é que é”. Isto costumava acontecer pela época natalícia, muito perto do fim da primeira volta do campeonato.

Entretanto, este ano, começo a observar uma nova tendência em jeito de profecia. Vejo muitos sportinguistas a entrar em pânico nas redes sociais antevendo uma época catastrófica no que toca a futebol profissional. E para chegar a essa conclusão profética são vários os argumentos utilizados. Aliás, tudo serve para apontar a uma época desastrosa. Começo mesmo a achar que mais valia não disputarmos o campeonato que se avizinha, pelo menos se ambicionarmos lutar pelo titulo de campeão nacional.

Com o Paulinho como ponta de lança, o Sporting não ganha nada. Aliás, não tarda nada o homem vai ser mesmo o culpado pelos falhanços de todos os outros colegas avançados. E se não arrepia caminho ainda o culpam pelas falhas dos defesas. Até porque a melhor defesa começa no ataque, não é? Se não temos ataque, a culpa é do Paulinho, e consequentemente não temos defesa. Acho que vai ser este o próximo estágio de critica ao avançado do Sporting.

Paulinho Sporting
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Ainda que eu entenda que se pedem mais golos ao jogador mais central (no papel) do nosso ataque, a verdade é que, muitas vezes lhe é pedido para descer a receber a bola em apoio, ou mesmo desmarcações para as laterais. Ele podia marcar mais golos, é certo, mas se conseguir abrir espaços para que outro colega mais inspirado os marque, para mim já está bom.

Com um presidente que mal sabe articular duas frases com sentido o Sporting também não pode ambicionar muito. Neste caso ainda não entendi muito a logica da afirmação, até porque não são dos discursos do dirigente que a equipa se motiva, principalmente porque quando há alguma intervenção publica do Dr. Varandas nunca é dirigido aos atletas e ao seu profissionalismo.

Ainda assim, tenho a certeza que o ar atrapalhado do mais alto dirigente sportinguista deve condicionar os atletas em campo, pelo menos a ver pelo que vou lendo. Só estranho que tenhamos conseguido ganhar o campeonato de 2019/2020, quando eu acho que ele até falou mais que agora. (Ah, também nessa época foi o Paulinho a marcar o golo que confirmou o titulo. Mas foi o único golo importante dele, não devemos relevar muito.)

O Sporting nunca vai ganhar nada enquanto andar a cair em constantes falhas que enxovalham a imagem do clube. Houve tempos em que se contratavam e apresentavam jogadores em calcões de ganga todos esfarrapados (que imagem é essa?), o que dava logo a sensação que seriam atletas que nunca iriam vingar no clube. Já este ano decidem apresentar um jogador a morder uma maçã. Será que não aprendem? Trincão, trincar, não há mesmo imaginação nesta equipa de comunicação do Sporting. Mais um prego no caixão desta época.

E esta questão de termos um treinador que só sabe jogar de uma forma? Mas ninguém lhe ensina outros modelos de jogo? Está bem que ganhou um campeonato, num clube que já estava há 20 anos sem o titulo, a jogar só com esse modelo, mas o que é demais enjoa, e os sportinguistas gostam de mudança, de coisas novas com regularidade. É por isso que gostamos de mudar muitas vezes de treinador, e houve tempos que até de presidentes. Sem mudança não há evolução, não é verdade? E no nosso caso quanto mais mudamos, menos ganhamos. Pormenores.

Um clube que teve uma pré-época tão pobre nunca pode ambicionar ganhar o que quer que seja. Aliás, está comprovado, por aqueles especialistas que aturamos em canais muito credíveis (acho até que são os primeiros na tabela da credibilidade jornalística na categoria “ouvi dizer”) que fracos resultado nesta fase de preparação significa sempre um campeonato fraco. E pouco importa a valia dos adversários comparativamente aos que defrontam outras equipas da nossa liga.

O único termo comparativo, sem qualquer outra variável, é o resultado. Portanto, os sportinguistas já estão preparados para um ano “horribilis”. Está escrito nas estrelas e nas cartas lançadas por todos os “cartomantes” do nosso futebol.

E se o Cristiano Ronaldo vier??? Cai o carmo e a trindade. Neste caso só ainda não percebi se estão mais preocupados os adversários ou nós. (Acho que nenhuma das partes tem que se preocupar).

 

 

 

 

Nascido no seio de uma família adepta de um clube rival, criou ligação ao Sporting através de amigos. Ainda que de um meio rural, onde era muito difícil ver jogos ao vivo do clube de coração, e em tempos de menos pujança futebolística, a vontade de ser Sporting foi crescendo, passando a defender com garras e dentes o Sporting Clube de Portugal.

Nascido no seio de uma família adepta de um clube rival, criou ligação ao Sporting através de amigos. Ainda que de um meio rural, onde era muito difícil ver jogos ao vivo do clube de coração, e em tempos de menos pujança futebolística, a vontade de ser Sporting foi crescendo, passando a defender com garras e dentes o Sporting Clube de Portugal.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA