Anterior1 de 2

Antes que venham já criticar, ameaçar, gritar aos sete ventos que sou de outro clube, que sou infiltrando e o diabo a sete, deviam entender a que Godinho me estou a referir.

Ah espera… É verdade que a ação de qualquer um deles na história do Sporting CP dariam motivo a indignação, mas o que me leva a querer agradecer a Luís Godinho não são os lances em que errou na avaliação. Ou talvez seja. Passo a explicar.

O árbitro do jogo, em Famalicão, conseguiu o que já há muito não se via numa equipa de futebol do Sporting CP: uma união entre todos os jogadores e uma aparente motivação conjunta para ultrapassar todas as dificuldades que se avizinham (tirando quando se juntaram para escrever um comunicado contra um determinado presidente do clube).

Vimos Neto a criar um hashtag imediatamente adoptada pelo universo leonino e muitos dos seus colegas. Vimos jogadores a assumir erros individuais e até respostas certeiras a tentativas de piadas vindas de ex-jogadores de uma equipa do Norte. Adán foi eficaz na resposta (também o poderia ter sido a lançar-se à bola no primeiro golo e a colocar a posição da barreira no segundo. É só um preciosismo). No fundo, vimos os jogadores todos a defenderem o clube que representam, como deveria ser sempre.

Anúncio Publicitário

Ou seja, Luís Godinho conseguiu unir ainda mais uma equipa que já se mostrava unida e permite agora ao treinador do Sporting CP capitalizar este doping extra. E, reconhecendo minimamente a inteligência comunicativa do nosso treinador, com certeza conseguirá pegar neste episódio aparentemente negativo para a equipa num motivo para que os jogadores entrem em campo mais unidos a lutar por um objetivo comum. Lutar por quem tenta destruir o seu trabalho dentro das quatro linhas.

Luís Godinho foi alvo de críticas no término da partida de sábado que opôs FC Famalicão e Sporting CP
Fonte: Bola na Rede

Luís Godinho tem ainda o mérito de fazer com que o nosso presidente aparecesse a defender o clube com unhas e dentes. A forma de passar a mensagem não terá sido a mais eficaz, mas sabemos das dificuldades de comunicação do Presidente Varandas. No entanto, neste caso, o que interessou foi mesmo a atitude. E convenhamos, só Luís Godinho consegue esta reação do nosso líder. E não estou a defender que Varandas tivesse total razão ao dizer que o último golo tivesse sido mal invalidado, até porque nas entrelinhas admitiu que haveria motivo para invalidar apesar de precisarem de ir ao milímetro procurar motivo para isso.

Anterior1 de 2

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome