sporting cp cabeçalho 1

Basicamente abre o precedente de que, se querem levar os nossos melhores e mais promissores jogadores da liga portuguesa, então têm de estar preparados para abrir os cordões à bolsa, porque não estão a comprar na América do Sul nem em África. Isto aplicar-se-á também ao Sporting, ao Porto, ao Braga e a outros clubes que terão a possibilidade de valorizar os seus activos porque estão numa liga com qualidade e competitiva. Por isso não faz qualquer sentido contestar-se os valores duma contratação que não afecta directamente o Sporting; pelo contrário, pode até beneficiar o clube. Foram valores negociados e percepcionados por outras partes, mesmo que a percepção delas não seja a percepção que nós temos. Quem pagou foi o Bayern Munique; o investimento é deles, assim como todo o risco.

Mas e os jogadores portugueses não são bons?

E é aqui que eu acho que a rivalidade começa só a ser estúpida. Quando nem sequer somos capazes de reconhecer a qualidade dos jogadores de outras equipas. Depois da contestação aos valores da venda do Renato Sanches, mete-se em causa a qualidade de jogadores como o João Mário. Cheguei a ver comentários que diziam que o João Mário era um jogador mediano e, claro, toda a contestação foi feita devido ao facto de Bruno de Carvalho ter dito que só o negoceia a partir dos 60 ME. Antes de mais, achar aquele que foi considerado o melhor jogador do mês na liga portuguesa já nem sei quantas vezes um jogador mediano é desvalorizar por completo a liga portuguesa. O João Mário já foi eleito o melhor jogador do mês tantas vezes que qualquer dia fazem um calendário solidário só com ele. Por isso estou completamente de acordo com que seja negociado apenas quando se tratar de valores bastante elevados, para além de que, como sportinguista, não tenho qualquer interesse em vê-lo abandonar o clube, assim como não tenho interesse em ver outros jogadores como o Adrien saírem, mesmo que seja pela porta grande.

Jogadores com a classe de João Mário são verdadeiramente predestinados Fonte: Sporting CP
Jogadores com a classe de João Mário são verdadeiramente predestinados
Fonte: Sporting CP

No entanto, creio que é importante mudarmos as mentalidades quando a rivalidade atinge este ponto em que nem sequer conseguimos admitir que os jogadores de outras equipas são bons. A cada campeonato competitivo e a cada venda elevada de um jogador abre-se o precedente de que este é um campeonato valioso com jogadores cheios de qualidade. Já aqui escrevi sobre a importância da aposta na formação para podermos ter equipas competitivas não só a nível nacional como internacional. Se tivermos em conta a capacidade financeira de muitas equipas estrangeiras, como por exemplo a de clubes ingleses que recebem milhões só em direitos de transmissão, e não são apenas os clubes de topo, faz todo o sentido negociarmos os nossos jogadores a estes preços, porque o próprio mercado está inflacionado e movimenta milhões. Comprar bem, vender melhor, com uma formação de excelência: é essa a receita para o futuro competitivo da liga portuguesa. Azias de parte, bom senso primeiro. Não custa assim tanto ser racional.

Foto de Capa: SL Benfica

Artigo revisto por: Manuela Baptista Coelho

Comentários