logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Ugarte

Manuel Ugarte: Carinha de miúdo, mas joga como homem grande

Manuel Ugarte tem se mostrado numa forma incrível. Começou a somar mais minutos com a listada verde e branca e mostrou que tem a qualidade e potencial necessário para jogar no Sporting CP. Estará Amorim a preparar uma eventual saída de Palhinha?

A verdade é que, pela forma como joga, ninguém diz que Ugarte faz no próximo dia 11 de abril 21 anos. O uruguaio é um jogador extremamente completo, tem um pouco de tudo. Ugarte não é um jogador decisivo, mas é um jogador importantíssimo no coletivo do jogo leonino. E nos últimos jogos temos visto isso.

Ugarte tem um potencial que o pode levar aos maiores palcos do mundo. Pensando bem, o menino tem um pouco de cada jogador que atua no miolo do Sporting. Comecemos por aquele que joga na sua posição e que tem, com mérito dado a sua qualidade, a titularidade. Ugarte é extremamente parecido com Palhinha. Não só pela sua condição física, mas também pela qualidade a desarmar, a posicionar-se, a pressionar e a correr atrás do esférico.

Por outro lado, julgo que Palhinha tem mais critério, provavelmente pela sua experiência. Contudo, Ugarte tem pulmão, e que pulmão, para remediar os erros que comete. Além disso, julgo que o internacional pelo Uruguai tem mais jogo e qualidade de pés e consegue colocar melhor a bola nas costas ao fazer passes longos.

Pegando nesta ideia, Ugarte, apesar de não ser um Daniel Bragança, também tem características do português. Sabe ter a bola no pé e progredir com os colegas, e sabe procurar o jogo entre linhas. Acho que Dani tem mais calma e consideração na colocação da bola, mas Ugarte não fica nada atrás.

Ugarte
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Progredindo nas posições meio-campistas, falta-me apenas mencionar Matheus Nunes. Tal como o internacional português, Ugarte também sabe se posicionar de modo a trazer vantagens para o ataque. Apesar de não ser tão rápido e não ter os mesmos argumentos de finalização de Matheus, Ugarte sabe levar a bola e, muitas vezes através do seu físico, ultrapassar adversários.

Pegando em todas estas premissas chegámos a conclusão indicada no início do artigo, sendo que não é novidade para ninguém. Ugarte é um jogador tão completo que encaixo quer no modelo de jogo ofensivo dos leões, quer no modelo defensivo. Porém, tal como com qualquer outro jogador, só vemos este potencial se o jogador continuar a jogar com alguma regularidade. Nesse sentido, acho que Rúben Amorim começou a apostar no uruguaio dada a incrível forma com que Palhinha se apresentou nesta temporada, bem como na anterior, possibilitando uma eventual saída.

Sendo assim, Ugarte começou a ser chamado aos jogos, a ver para preparar a saída de Palhinha, mas a verdade é que o jovem agarrou estas oportunidades com unhas e dentes e agora Palhinha começa a ver o seu lugar a tremer.

Tal como indiquei acima, há um jogo com e sem Ugarte. Como gosto de comparar com o passado recente, basta falar no último jogo, frente ao FC Paços de Ferreira, para perceber este ponto de vista.

Depois da entrada de Ugarte, e, importa não esquecer, também de Edwards, o Sporting passou de estar à procura de oportunidades de finalização para, em cerca de seis ou sete minutos, ter uma mão cheio de oportunidades até, efetivamente, chegar ao segundo golo. Golo esse que deve ser realçado pelo incrível passe que Ugarte para Nuno Santos.

⚽ GOLO
Nuno Santos 72′
Liga Portugal bwin (#28) | Sporting 2-0 Paços de Ferreira#LigaPortugalbwin #SCPFCPF https://t.co/kvkZBeuKgs pic.twitter.com/Btl4lIVX3h

— VSPORTS (@vsports_pt) April 3, 2022

Em 15 minutos o jogo mudou completamente e se os dois jogadores entrassem mais cedo, ou até tivessem começado de início, o resultado podia ter sido diferente. Julgo que a entrada dos dois jogadores demonstrou que não existem meninos do mister e que não há lugares garantidos no jogo de Rúben Amorim. Palhinha e Pote, que foram determinantes na conquista do título, começam a ver dias cinzentos, mas a verdade é que têm estatuto.

Em suma, na minha perspetiva Ugarte, bem como Edwards, está a aproveitar bem as oportunidades que lhe são dadas, seja para preparar uma eventual saída de Palhinha ou não. Desta forma, o uruguaio começa a conduzir-se para o onze inicial, sendo que qualidade para tal não lhe falta.

Ugarte chegou a Portugal pelas portas do FC Famalicão, no mercado de janeiro. Jogou o suficiente para atrair a atenção de grandes nomes e o Sporting CP não falhou o alvo. Chegou a alvalade a troco de seis milhões e meio de euros, na temporada passada. Estará já o internacional pelo Uruguai pronto para a titularidade?

 

Artigo com opinião do redator da secção do Sporting CP, João Marques

 

O João Marques é natural da ilha Terceira. Desde cedo manifestou um gosto especial pelo desporto. Com o crescimento surgiu o gosto pela escrita e a vontade de transmitir informação. Decidiu juntar o útil ao agradável e acabou por aventurar-se pela FCSH – Nova Lisboa, onde se licenciou em Ciências da Comunicação. Regressou à Terceira e encontra-se a estagiar no jornal local, o Diário Insular. Entra no projeto com grande vontade de escrever sobre o desporto rei e sobre o seu grande amor, a turma verde e branca.

O João Marques é natural da ilha Terceira. Desde cedo manifestou um gosto especial pelo desporto. Com o crescimento surgiu o gosto pela escrita e a vontade de transmitir informação. Decidiu juntar o útil ao agradável e acabou por aventurar-se pela FCSH – Nova Lisboa, onde se licenciou em Ciências da Comunicação. Regressou à Terceira e encontra-se a estagiar no jornal local, o Diário Insular. Entra no projeto com grande vontade de escrever sobre o desporto rei e sobre o seu grande amor, a turma verde e branca.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA