sporting cp cabeçalho 1Pavilhão novo, jogadores novos, até uma modalidade nova, mas a ambição não pode mudar: “Ser tão grande como os maiores da Europa”. Este tem de ser o lema de todo e qualquer funcionário do Sporting; este tem de ser o nosso lema também.

Estivemos muitos anos afastados da elite desportiva, ainda estamos a recuperar deste período negro em que tentaram destruir o nosso clube, mas aos poucos vamos conseguindo. O lugar de maior potência desportiva nacional é nosso, e cada vez estamos a defendê-lo melhor. Prova disto é a nossa participação na Europa este ano.

A temporada 2017/2018 mostra que estamos a renascer. Estamos ou estivemos presentes em todas as Ligas dos Campeões da UEFA (Seniores masculinos e femininos, juniores masculinos e Futsal masculino), regressámos à Liga dos Campeões de Andebol, 16 anos depois, e somos os atuais vencedores da Taça Challenge, voltámos a estar presentes na Liga Europeia de Hóquei em Patins. Falando apenas nas principais modalidades, ficamos por aqui, sendo que seria impossível estar em mais competições europeias, uma vez que o Voleibol só regressou esta temporada e o Basquetebol só tem escalões de formação.

Noutras modalidades, o Sporting é o atual campeão europeu de Atletismo de pista feminino, indo participar novamente na competição. Ainda no Atletismo, vamos participar na Taça dos Campeões Europeus de Corta Mato de ambos os sexos e ainda na Liga dos Campeões de Ténis de Mesa masculina (sendo a primeira vez que uma equipa portuguesa participa nesta competição), de Judo masculino e de Goalball, modalidade paralímpica.

Destas participações todas, é possível que se alcance mais algum troféu europeu para juntar aos 25 já conquistados. O Futsal é um dos principais candidatos, assim como as campeãs europeias de Atletismo e o Goalball. O Judo também está a tentar chegar ao título europeu, numa competição que chegou a estar programada para o Pavilhão João Rocha.

Com a vitória da Taça Chalenge 2016/2017, o Sporting amealhou o seu 25º troféu europeu Fonte: Sporting Clube de Portugal
Com a vitória da Taça Chalenge 2016/2017, o Sporting amealhou o seu 25º troféu europeu
Fonte: Sporting Clube de Portugal

Participar nas principais competições europeias dá prestígio ao clube. É bom para todos, enche-nos o ego a nós, adeptos, mas o ditado ‘o que interessa é participar’ conta apenas na formação. Nos seniores, a história é outra, e mais do que participar, é preciso ganhar. Claro que é impensável o Sporting ser campeão europeu de Futebol e de Andebol, quando várias equipas gastam muito mais do que nós. Mas estas participações são importantes para desenvolver as equipas e dar a conhecer o Sporting à Europa e ao Mundo.

Estar nestas competições é bom, temos de fazer também a nossa parte para estarmos na elite: encher casas, para apoiar os nossos leões. Vamos ter desafios muito intensos em todas as modalidades e alguns deles podemos ser nós a vencer. O nosso apoio é importante, pode mesmo empurrar para a vitória, temos de esgotar o estádio ou o pavilhão em todos os jogos. Ter casa cheia é meio caminho andado para a vitória; juntos podemos tornar o Sporting ‘um clube tão grande como os maiores da Europa”. Já estamos no topo, mas podemos ser ainda melhores.

Artigo revisto por: Francisca Carvalho

Comentários