sporting cp cabeçalho 1

O Sporting perdeu hoje por 1-0 em casa perante o Bayer Leverkusen, na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Os leões estiveram numa noite bastante desinspirada e não foram capazes de bater uns alemães que também num nível de qualidade muito elevado.

Jorge Jesus decidiu, como já se esperava, fazer poupanças na equipa habitual, tendo deixado Islam Slimani e Adrien Silva sentados no banco de suplentes, substituídos por Teo Gutiérrez e Aquilani. Jefferson e Carlos Mané formaram a ala esquerda, nos lugares de Zeegelaar e Bruno César, que foram titulares na Choupana mas estavam indisponíveis para este encontro.

Os leões entraram razoavelmente em no encontro, com Carlos Mané e Bryan Ruiz em constantes trocas posicionais. Algumas iniciativas individuais destes dois jogadores e de João Mário foram o melhor que o Sporting fez na primeira parte, mas com apenas um remate perigoso de Jefferson, para uma boa defesa de Leno. De resto, as jogadas foram sempre traídas por um último passe deficiente ou por manifesta incapacidade do ponta de lança.

Teo Gutiérrez não conseguiu ganhar nenhuma jogada em velocidade e muito menos pelo ar. O colombiano continua fora de forma, sem acrescentar qualidade ao ataque leonino. Numa altura em que já não há Montero e Barcos ainda está em fase de preparação, os sportinguistas rezam para que não haja nenhuma lesão de Slimani e para que o seu castigo não seja para já…

Dificilmente Teo voltará a ter o apoio das bancadas e a ser tão feliz de leão ao peito Fonte: Sporting CP
Dificilmente Teo voltará a ter o apoio das bancadas e a ser tão feliz de leão ao peito
Fonte: Sporting CP
Anúncio Publicitário

A ausência do avançado argelino foi a mais notada, mas, como já referi, não foi a única. Adrien também esteve no banco e a diferença foi notória, principalmente a nível ofensivo. Aquilani e William jogaram muito a par, um ao lado do outro, o que complicou a tarefa ofensiva dos “verdes e brancos”. Aquilani deveria ter subido mais no terreno, quando a equipa estava com a posse de bola.

A nível defensivo, a única falha gritante resultou no golo. Jedvaj teve demasiado espaço para cruzar e Bellarabi apareceu sozinho ao segundo poste para faturar, à passagem dos 24 minutos. De resto, Coates esteve imperial, compensando algum nervosismo inicial de Ruben Semedo.

Na segunda parte, manteve-se tudo igual, até ao culminar do primeiro quarto de hora, quando entraram Adrien e Slimani para os lugares de Aquilani e Teo, com este último a ser assobiado pela falta de empenho que vem demonstrando quando é chamado para dentro das quatro linhas.

A equipa leonina continuou, porém, sem criar grandes dificuldades à defesa alemã e os problemas portugueses aumentaram com a substituição de Coates por Ewerton e a expulsão de Ruben Semedo, por acumulação de cartões amarelos. William teve de baixar para fazer dupla de centrais com o recém-entrado Ewerton e o Sporting não conseguiu pressionar o último reduto germânico. Até ao final da partida, as únicas chances de golo foram do Leverkusen, inclusivamente uma bola que bateu no poste esquerdo da baliza de Rui Patrício.

Foi um jogo enfadonho e sem grande chama por parte do Sporting, talvez em poupança de forças para a batalha de segunda feira, na receção ao Boavista. Os leões mantêm o campeonato nacional como o único foco esta época. É certo que ainda haverá uma segunda mão para disputar na Alemanha, de hoje a oito dias. Contudo, após esse jogo, os verde e brancos têm jogo em Guimarães para a Liga NOS e será sempre esse o jogo mais importante.

A Figura:

Sebastián Coates – Patrão. O central uruguaio é o melhor reforço contratado neste mercado de inverno e é entusiasmante vê-lo jogar. Impetuoso nos cortes perante os avançados contrários, extremamente atento e sem inventar nos momentos de maior aperto, o central sul-americano esteve muito bem.

O Fora de Jogo:
Teo Gutiérrez –Uma miséria. Não ganhou lances pelo ar, não ganhou pelo chão, nem em jogadas de 1×1 foi melhor que os centrais alemães. Oxalá Barcos esteja pronto rapidamente.

Foto de Capa: Bola na Rede

Comentários