sporting cabeçalho generícoBem, meus caros sportinguistas, se eu tivesse emigrado para uma ilha deserta sem acesso a qualquer comunicação com o mundo em geral e tivesse decidido voltar à civilização há uma semana, ficaria com a certeza de que o Sporting continuava como nos anos de Godinho Lopes (desculpem a referência) e anteriores.

É que desde Tondela que, ao correr a comunicação social e grupos de apoio ao nosso grande clube, só vejo a descrição da desgraça, o apocalipse, o fim do mundo para o Sporting.

Devo ressalvar que nesses grupos ainda vejo muita gente com bom senso a olhar também para tudo aquilo que de bom tem sido feito esta época (principalmente). Poucos, mas há.

Estive a relembrar o que foi feito, e efectivamente estamos tramados, não há volta a dar. Ora vejam bem: fomos eliminados no acesso à Liga dos Campeões sendo-nos anulado um golo limpo (venham dizer que poderíamos ter feito mais, mas a verdade é que, se o golo do Slimani contasse, teríamos jogado a fase de grupos); fomos eliminados da Taça de Portugal pela segunda melhor equipa a jogar futebol em Portugal neste momento, e mesmo assim tiveram de nos anular um golo limpo no prolongamento, que nos daria grandes hipóteses de passar, dado o momento em que se encontrava o jogo; perdemos um jogo para a Taça da Liga, aquela que, como todos perceberam no último jogo, nenhum dos três grandes aposta em ganhar, olhando as equipas apresentadas (não invalidando que os jogadores deveriam, pelo menos, ter mostrado vontade de ganhar); e, para terminar, perdemos pontos contra equipas do fundo da tabela, o que nos vale estar em… Isso, em primeiro no Campeonato.

Como viram, esta equipa está a desiludir bastante, pelo menos olhando ao que tem sido feito nos últimos 10 anos, pelo menos.

Por esse país fora já foi dada até a extrema-unção ao leão. Paz à sua alma.

É verdade que, quanto ao campeonato, um dos rivais aproximou-se, fruto de uma das melhores fases de vitórias desta época, mas sabemos também que estes terão quebras.

Podem dizer que os rivais tendem a melhorar na segunda volta, o que não invalida que a nossa equipa também o faça. E, se temos alguma probabilidade de perder pontos, tenho a certeza de que eles também não ganharão todos os jogos. Ou tenho sido só eu a ver quanto futebol jogam uns e outros?

Pontos a nosso favor? Estamos fora (praticamente) de duas taças, que na minha perspectiva só servem para desgastar a equipa; jogamos bom futebol, pelo menos enquanto tivermos Rui Patrício, Paulo Oliveira, Adrien e Slimani; temos um treinador que, quer se goste ou não (nunca gostei, por uma razão ou outra), põe a equipa a jogar, a lutar, a acreditar até ao último minuto; e, principalmente, porque estamos na frente.

Sporting
Acreditar na equipa? Sempre!
Fonte: Sporting CP

Os sportinguistas (alguns) não podem andar de papo cheio quando estamos a cinco, sete, dez pontos de vantagem, e depois entrarem em histeria quando estamos com vantagem de dois.

Se os que estão atrás de nós já estiveram muito mais atrás e recuperaram, porque não deveremos nós acreditar que poderemos também recuperar pontos perdidos? Ou já não acreditam naquela equipa que é a que melhor futebol pratica em Portugal?

Sportinguistas, verdadeiros Sportinguistas, não entrem em contra-senso e usem o bom senso. Continuamos na luta, mesmo que usem todos os meios para nos enfraquecer. E tenho a certeza de que, até ao fim do campeonato, estes adeptos e sócios se vão manter fiéis à equipa ou, se quiserem, ao seu clube de coração e apoiar até ao objectivo final: sermos Campeões Nacionais outra vez.

Quero relembrar-vos também, aos mais pessimistas, de que, caso não consigamos ganhar, uma vez que há factores envolventes difíceis de controlar, como em qualquer ramo de negócio, o mundo não acaba aqui e para o ano voltaremos mais fortes, como tem mostrado a linha de crescimento dos últimos anos (eu daria um exemplo aqui de quantos anos algumas estruturas demoraram a organizar-se para ganharem algum título, mas não vou fazê-lo).

E, para terminar, quero só deixar indicação de algumas vitórias extrafutebol, que correspondem à queda de porta-estandartes de alguns “Doyens” da vida: saída da lista de incumpridores da UEFA, reestruturação da dívida aprovada pelos Bancos, novas tecnologias que começam a ser mais insistentemente implementadas nas competições, excelente contrato de direitos televisivos (não vou discutir se o nosso é o melhor – o nosso é bom e pronto).

Foto de Capa: Sporting CP

Comentários