SITE TEMPORÁRIO

21 de Janeiro, 2022

Tabata

Bruno Tabata: Para quando a sua “explosão”?

Bruno Tabata: O que falta para a explosão?

A posição de extremo interior do desenho tático de Ruben Amorim é uma das que tem mais jogadores para a ocuparem. Pedro Gonçalves e Pablo Sarabia têm sido senhores do lugar, enquanto que Tiago Tomás, Nuno Santos e Jovane Cabral vão sendo utilizados como suplentes. Surge, então, depois de um período de lesão, Bruno Tabata para a competição. O internacional sub-23 pela seleção brasileira passou um tempo parado no mês de outubro, e está agora integrado nos trabalhos do Sporting CP.

A maldição do número 7 (e de lesões)

Bruno Tabata foi contratado ao Portimonense SC no final do mercado de verão de 2020. Escolheu o número 7, o célebre assombrado desde a saída de Luís Figo, com a premissa de que iria quebrar a maldição. Porém, a verdade é que, apesar de já ter demonstrado ser um jogador dotado de qualidade, ainda não se afirmou ao serviço do Sporting CP.

Isto deve-se muito à quantidade de lesões que o têm castigado desde que chegou a solo lisboeta. Desde setembro do ano passado, entre problemas musculares, no joelho e a infeção por COVID-19, o atleta falhou já bastantes partidas, muitas delas importantes, tanto na fase final do último campeonato, como no início da presente temporada.

Qualidade para agarrar a titularidade

Tabata é um jogador que, se se encontrar bem fisicamente, pode ameaçar a titularidade no seio leonino. É o atleta do grupo que mais se assemelha a Sarabia, sendo dotado tecnicamente ao nível do passe, remate e drible, e revelando uma veia criativa que faz falta a qualquer equipa.

Na pré-temporada, Ruben Amorim testou-o a médio centro. Apesar de achar que esteve bastante bem a fazer dupla com um jogador mais fixo, penso que é numa das posições da frente que poderá fazer mais diferença. Não só pela qualidade que existe para a posição 8, com Matheus Nunes e Daniel Bragança a superiorizarem-se, mas também pela quase certa saída de Sarabia no final da época. Tabata pode bem passar a ser o elemento mais agitador da frente de ataque, quando o internacional espanhol já não fizer parte dos quadros leoninos.

Mas então, para quando a “explosão”?

Ora, nenhum jogador consegue ter sucesso se estiver sempre a interromper o seu ritmo competitivo por causa de uma lesão. Tabata terá de passar por um período longo sem paragens, de modo a estar integrado a 100% na equipa, somando minutos e pontos na consideração do treinador. Nota-se que Amorim aprecia as qualidades do brasileiro, mas a regularidade terá de perdurar, e não quebrar como tem sido hábito.

Não há jogador que controle as lesões que tem no corpo. Por mais que a equipa médica faça um excelente trabalho, há fatores que fogem à sua capacidade e responsabilidade. É esperar que a forma física de Bruno Tabata melhore, para que ele possa demonstrar toda a sua qualidade em Alvalade e nos estádios adversários.

Bruno Tabata
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Acredito muito no jogador, e acho que se nota que aprecio as suas valências. Creio que pode ainda ter um papel preponderante no 3-4-3 de Ruben Amorim, e consequentemente afastar os infortúnios de que tem sido vítima.