Rio Ave FC – GD Chaves

Golo anulado ao GD Chaves, aos 37 minutos:

Decisão correta:  Boa coordenação do VAR e do árbitro. O VAR a ter um olho “clínico” que viu e bem a mão de Davidson no golo do Chaves, bem anulado.

Alegado penalty por assinalar a favor do GD Chaves, aos 56 minutos:

Não me escandalizaria assinalar-se grande penalidade neste lance. A bola bate sem dúvidas no braço de Guedes, mas sofre um ressalto no seu corpo antes, daí o árbitro interpretar a bola como uma bola inesperada, mas será que Guedes fez bem levantar os braços naquela posição? Daí a minha dúvida para este lance, benefício da dúvida para o árbitro.

Anúncio Publicitário

Penalty assinalado a favor do Rio Ave FC, aos 63 minutos:

É um lance muito idêntico ao de Jimenez no jogo do Benfica – Tondela e eu disse que um braço nas costas se constitui como falta, mas tal como naquele lance, neste aqui vejo uma intensidade muito fraca, nem sequer tenho a certeza que Maras realmente tocou nas costas de Guedes, muitas dúvidas, um penalty “forçado”.

Penalty assinalado a favor do Rio Ave FC, aos 77 minutos:

Bem, Guedes esteve em todas neste jogo. Numa primeira repetição parece uma decisão escandalosa do árbitro, parece um claro mergulho do jogador vila-condense, mas a segunda repetição demonstra um pisão do guarda-redes do Chaves no pé de Guedes, podemos dizer que mesmo assim não é nada de especial, não é, também acho que é outro penalty “forçado”, mas pelo menos há algo em que possamos olhar para entender-se a decisão do árbitro.