o passado tambem chuta

No futebol português, são variados os exemplos de clubes com largo passado de primeira liga que neste momento se encontram a disputar escalões inferiores. No campeonato distrital de Aveiro, encontramos o Beira-Mar, que ainda há escassos cinco anos disputava o principal escalão do futebol nacional.

Foram 27 as épocas em que os alvi-negros disputaram a primeira liga, tendo como melhor classificação um sexto lugar alcançado na época de 1990/91. Na época de 1998/99 conquistou a Taça de Portugal, sendo este o principal feito da história do clube.

Beira-Mar vencedor da Taça de Portugal em 1998/99 Fonte: SC Beira-Mar
Beira-Mar vencedor da Taça de Portugal em 1998/99
Fonte: SC Beira-Mar

Porém, neste momento, o clube vive uma realidade bem diferente. Em 2015, após uma gestão desastrosa realizada pelas SADs estrangeiras que controlaram o clube, este viu-se obrigado a recomeçar do zero, após não ter conseguido garantir os pressupostos para se manter nos escalões profissionais.

Primeiro a 32 Group liderada por Majid Pishyar e posteriormente o grupo italiano Pieralisio, prometiam elevar o Beira-Mar a patamares mais elevados, chegando o magnata iraniano a declarar que ia transformar o Beira-Mar num “Manchester United português”. No entanto, a SAD afogou-se em dívidas que acabaram por relegar o histórico clube aveirense para o último escalão do nosso futebol.

Equipa do Beira-Mar com Eusébio no 11 inicial Fonte: SC Beira-Mar
Equipa do Beira-Mar com Eusébio no 11 inicial
Fonte: SC Beira-Mar

Fundado em 1922 por um grupo de ex emigrantes nos EUA quem tinham em comum a paixão pelo futebol e regularmente se juntavam para o praticar, o clube foi crescendo passo a passo até atingir o escalão mais elevado e alcançar os feitos já acima referidos. Tornou-se um nome habitual no mapa do futebol primodivisionário e chegou até a disputar a Taça Uefa na época seguinte a vencer a Taça de Portugal. Por lá passaram alguns dos grandes jogadores do nosso futebol, com destaque para Eusébio e mais recentemente o brasileiro Mário Jardel.

Atualmente, o “Beira” disputa a primeira divisão distrital da Associação de Futebol de Aveiro, após ter subido logo na primeira época em que disputou o ultimo escalão. O regresso à antiga casa, o Estádio Mário Duarte, em detrimento do Estádio Municipal de Aveiro, aproximou a massa adepta, que tem comparecido em peso nos jogos disputados em caso, e tendo inclusive uma média de assistências superior a grande parte dos clubes das ligas profissionais. Esta época teve como principal contratação o regressado Artur, que ainda na época transata disputou a primeira liga e a Liga Europa ao serviço do Arouca, e no entanto escolheu voltar ao seu clube do coração mesmo estando este arredado dos grandes palcos.

O objetivo do clube é paulatinamente recuperar, tendo como base esta aproximação dos Aveirenses ao seu clube mais representativo. Passo a passo, ir progredindo com uma gestão criteriosa, com o sonho de voltar aos patamares a que nos habituou ao longo da sua história.

Foto de Capa: SC Beira-Mar

Comentários