Anterior1 de 2Próximo

O Académico Basket Clube sempre foi um dos clubes mais respeitados no andebol nacional. O palmarés do clube minhoto conta com 13 campeonatos nacionais, 12 Taças de Portugal, sete Supertaças e uma EHF Challenge Cup. No Recordar É Viver de hoje o foco é a temporada 2015/2016, onde o museu do Pavilhão Flávio Sá Leite recebeu três troféus.

O CAMINHO PARA A CONQUISTA DO CAMPEONATO

Depois de uma hegemonia do FC Porto, que na época anterior tinha conquistado o hepta-campeonato, as surpresas aconteceram. No último ano do formato playoffs no campeonato português, os dragões dominaram na fase regular e assumiram a liderança com mais seis pontos que o segundo classificado, o Sporting CP. O ABC, por sua vez, terminou no terceiro posto.

Quando os clubes chegam ao “mata mata”, a sensação é de que tudo é possível. No caso do Académico, o percurso começou bastante bem, e nos quartos de final eliminaram o Passos Manuel com duas vitórias numa eliminatória à melhor de três partidas. Na fase seguinte, os adversários foram os leões, que na temporada regular tinham terminado acima dos bracarenses.

Anúncio Publicitário

As meias-finais trouxeram as emoções à flor dos pavilhões, e foi preciso o quinto jogo para o ABC eliminar os verdes e brancos. Do outro lado da grelha dos playoffs também acontecia uma surpresa. O SL Benfica eliminou os dragões, que tinham realizado uma temporada regular onde se tinham estabelecido como favoritos. Na final, minhotos e lisboetas assumiam que se tratava de um embate improvável no início da época.

A finalíssima foi ao estilo “toma lá, dá cá”, e ambas as formações davam luta, sem querer deixar fugir o troféu para o adversário. Pelo meio dos cinco jogos existiram três prolongamentos para decidir as partidas, mas os comandados por Carlos Resende acabaram por se mostrar mais fortes no quinto jogo e levantaram a taça de campeão nacional perante um Pavilhão Flávio Sá Leite a rebentar pelas costuras.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários