7 – Nelson Piquet (Motor Racing) e Riccardo Patrese (Benneton), Grande Prémio do Mónaco, 1985

[ot-video type=”youtube” url=”https://www.youtube.com/watch?v=o3rwonq_N9Q”]

Mónaco é sinónimo de adrenalina. Em 1985, Piquet tentou uma arriscadíssima ultrapassagem a Patrese, que resultou na destruição e incêndio dos dois carros. Tudo terminou com um amigável aperto de mão entre os pilotos.