3 – Gerhard Berger (Ferrari), Grande Prémio de Imola, 1989

[ot-video type=”youtube” url=”https://www.youtube.com/watch?v=asLvb9mQhuw”]

Cinco anos antes de Ayrton Senna perder a vida na curva Tamburello, Berger ficou sem a asa direita do monolugar e foi direitinho ao muro. O Ferrari ficou em chamas e o austríaco foi salvo graças à rápida acção dos bombeiros, presentes na pista. Gerhard esteve debaixo de fogo durante 15 segundos.

Anúncio Publicitário