10.

Fonte: Tottenham Hotspur
Fonte: Tottenham Hotspur

Arsenal 4-4 Tottenham (29/10/2008) – Continuando por essa linha, o empate entre o Arsenal e o Tottenham (4-4), um derby bem escaldante do norte de Londres, logo no primeiro terço de campeonato (deu-se a 29 de Outubro de 2008). À imagem de qualquer derby, ou como a maior parte dos jogos da Premier League, este começou logo intenso e rápido. O Arsenal começou muito forte, mas ou desperdiçava ou elaborava em demasia as suas jogadas, algo característico dos gunners, verdade seja dita… Logo aos 13’, Bentley sacou uma chapelada de quase do meio campo a Almunia. Um golo nessas circunstâncias dá ainda maior azo a um jogo vivo e bem disputado. Para o que investira, o Tottenham tinha começado a Liga um pouco aquém, pois Harry Redknapp acabara de substituir, dias antes, Juande Ramos. Mas num derby nada disso interessava. Por sua vez, o Arsenal procurava dar uma resposta concreta, que aconteceu aos 37’, na sequência de um canto do lado direito. Silvestre devolvia o nulo ao placard.

Novamente de bola parada, mas de livre (também da direita), outro homem forte da defesa sobe à área e coloca o Arsenal na frente! A palestra ao intervalo de Wenger deve ter sido bem clara, logo no primeiro minuto da segunda parte, Gallas cabeceia e marca! Quase 20 minutos depois, Van Persie inicia um lance onde dá a bola a Nasri, que em posição favorecida, no cara a cara com Heurelho Gomes (atual keeper do Watford), faz a bola passar por cima deste. Tal não é suficiente, já que Adebayor teve de correr até ela e chegar primeiro do que Alan Hutton, de forma a introduzir o esférico na baliza. 3-1 para o Arsenal, mas o jogo parecia estar empatado! Aos 67, três minutos depois, Almunia defende para a frente e permite a recarga fácil de Darren Bent. Excelente ambiente que se vivia no Emirates. Na resposta, o Arsenal foi implacável e o inevitável Van Persie devolve os dois golos de vantagem aos da casa! Mas o melhor estava reservado para os últimos cinco minutos. Primeiro, um remate à entrada da área, do lado direito, de Jermaine Jenas, que descreve um arco perfeito e fora do alcance de Almunia. O golo foi marcado aos 89’ e pouco depois outro remate assim mas ao invés de entrar, bate no poste e volta ao radar de Aaron Lennon, que leva os adeptos visitantes ao delírio. Dessa forma fecha as contas de um dos melhores derbys londrinos de sempre. Tive a sorte de ver em direto a parte final desse jogo, quando ainda estava 4-2… 

Comentários