2.

Neris (Boavista FC) – O central Brasileiro parece vindo daquela mítica escola Boavisteira. Central muito alto, fisicamente muito forte, que prefere antes quebrar do que torcer. Já revelava bons índices de rendimento no passado, mas esta época, cresceu muito à beira do incansável Ricardo Costa (quem não cresce?). No meu ponto de vista, necessita de mais uma época a este nível para poder definitivamente “descolar” para outros voos, mas tem todas as condições para manter o nível exibicional se continuar com estes índices de concentração e agressividade.