Anterior1 de 5

O sorteio ditou que o grupo F seria, declaradamente, o grupo da “morte”. Juntaram-se três das melhores seleções em prova para as primeiras decisões relevantes a serem tomadas na competição e todos os seis jogos terão uma importância redobrada, essencialmente para as três seleções mais fortes. Um golo marcado ou sofrido pode fazer toda a diferença, e por isso vai ser preciso foco do primeiro ao último minuto.

É difícil de adivinhar um desfecho devido ao enorme equilíbrio, mas uma das seleções terá certamente de ocupar o terceiro lugar e aí importa também ter uma boa pontuação. Recorde-se que os quatro melhores terceiros classificados também se apuram e por isso é bem possível que estas três seleções consigam a passagem à fase seguinte da prova.

Anúncio Publicitário

Em relação à Hungria, chegou aqui depois de bater a Bulgária por 3-1 e a Islândia por 2-1 e isso pode ser já considerado uma vitória. Daqui para a frente serão cenários quase impossíveis tendo em conta que tem pela frente não uma, não duas mas três seleções muito superiores. Ainda assim, se há característica que o futebol tem é a imprevisibilidade e é por isso que nos faz ser tão apaixonados. Teremos de esperar para ver, porque Marco Rossi e os seus homens certamente irão querer valorizar-se.

Anterior1 de 5

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome