ÚLTIMA HORA:

Revista do Mundial 2018 – Bélgica

Depois do Mundial Coreia/Japão disputado em 2002, apenas em 2014 a seleção belga voltou a conseguir apurar-se para a fase final de uma grande competição, quando garantiu a sua presença no Mundial disputado no Brasil.

Foram 12 anos de ausência de fases finais de uma seleção que é agora terceira no ranking da Fifa e que, apesar de ser um país com apenas 11 milhões de habitantes, conta com um incrível número de jogadores de topo.

Muitos desses jogadores chegam ao Mundial da Rússia no auge da sua carreira e não querem deixar passar mais uma oportunidade para brilhar pela sua seleção.

Será que é desta que os belgas conseguem transformar um grupo de jogadores muito fortes individualmente num coletivo forte e capaz de lutar por uma grande competição?

Componente 5 – 1 (1)

Presença assídua nos jogos de futebol do clube da sua terra (Lourinhanense) e do clube do seu coração (Benfica), o Diogo é um fã de desporto em geral. Defensor de discussões construtivas em que o resultado final seja todos os envolvidos aumentarem os seus conhecimentos sobre o tema abordado, sem que existam ofensas ou discriminações por qualquer tipo de opinião.                                                                                                                                                 O Diogo não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Presença assídua nos jogos de futebol do clube da sua terra (Lourinhanense) e do clube do seu coração (Benfica), o Diogo é um fã de desporto em geral. Defensor de discussões construtivas em que o resultado final seja todos os envolvidos aumentarem os seus conhecimentos sobre o tema abordado, sem que existam ofensas ou discriminações por qualquer tipo de opinião.                                                                                                                                                 O Diogo não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA