ÚLTIMA HORA:

Liga Alemã

As 5 revelações da Liga Alemã nesta temporada

Os alemães são cidadãos honestos e hospitaleiros que misturam pepsi com fanta, vinho branco com água gaseificada e raramente dispensam a batata e o currywurst (salsicha de porco picante) ao pequeno-almoço.

Caricaturas à parte, os alemães são também 83 milhões de pessoas que param, literalmente, para ver futebol, e os seus responsáveis pelo desporto-rei há pelo menos 20 anos que dificilmente erram nos investimentos que fazem na formação de jovens jogadores. Não me querendo alongar demasiado, refiro brevemente que todos os clubes dos dois principais escalões de futebol são obrigados a investir vários milhões por ano nas suas academias de formação e que a Federação Alemã de Futebol tem todos os dias carrinhas a circular pelo país de forma a garantir sólidos padrões de treino desde as mais tenras idades.

Amo a Alemanha e confesso sem pudor que não abdico do tempo de antena da Bundesliga. Os meus fins de semana têm sido sagradamente ocupados pelas “malandrices descaradas” de Sancho e Haaland, as simbioses entre Kostic e André Silva e a suavidade de Kamada, os remates aveludados de fora da área de Sabitzer, os passes demasiado bons para ser verdade de Kimmich.

Por tudo isto, e ainda que pudessem ser 20 ou 30, decidi partilhar neste artigo cinco nomes de jovens que considero terem sido revelações na liga alemã nesta temporada.

Componente 5 – 1 (1)

Infância e adolescência marcadas pela bola e o Ténis de Mesa, depois disso a Marta licenciou-se em Línguas e Literaturas, começou a tocar baixo e não vive sem as viagens e a caneta na mão. Morou em Berlim, a cidade preferida para onde volta sempre que pode, viu jogos na Allianz Arena e no Olympiastadion e não passa um fim de semana sem acompanhar a Bundesliga.                                                                                                                                                 A Marta escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Infância e adolescência marcadas pela bola e o Ténis de Mesa, depois disso a Marta licenciou-se em Línguas e Literaturas, começou a tocar baixo e não vive sem as viagens e a caneta na mão. Morou em Berlim, a cidade preferida para onde volta sempre que pode, viu jogos na Allianz Arena e no Olympiastadion e não passa um fim de semana sem acompanhar a Bundesliga.                                                                                                                                                 A Marta escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA

  • 00DIAS
  • 00HORAS
  • 00MINUTOS
  • 00SEGUNDOS
FC PORTO x ESTORIL PRAIA
SPORTING CP x SANTA CLARA
PAÇOS FERREIRA x SL BENFICA