logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Um Luis Díaz que não voltou da quarentena para os relvados. tem muitos jogadores em quebra de rendimento como tem sido o caso de Luís Diaz.

Portugal vs Alemanha: O que retiramos deste regresso?

Um português e um alemão entram… num campo de futebol. Podia ser o início de uma piada seca, substituindo o bar pelo estádio e acrescentando mais uma nacionalidade qualquer, mas não é. Nesta segunda volta “pós covid-19” das principais ligas europeias, a Primeira Liga da Alemanha (vulgo Bundesliga) e a Primeira Liga Portuguesa foram as primeiras a entrar em campo. Por isto, os olhos do mundo estiveram em nós, no futebol português e nos seus intérpretes.

Então, se fomos dos primeiros a começar, quer dizer que somos mesmo dos melhores? Não me parece, nem mesmo top 5 europeu. Também não somos dos piores, mas a verdade é que começámos primeiro que Inglaterra, Espanha ou Itália, muito por causa da rapidez com que “controlámos” a pandemia, algo que estas nações tiveram mais dificuldades a fazer.

Posto isto, permitam-me que faça uma afirmação prévia – que é discutível, claro – acerca destas duas ligas em questão: o Futebol na Alemanha é muito melhor, em tudo, que a nossa Primeira Liga Portuguesa. Ainda assim, vamos tentar compará-las e perceber se temos motivos para sorrir nesta segunda fase.

Com licenciatura e mestrado em Jornalismo, Comunicação e Cultura, o Carlos é natural de um distrito que, já há muitos anos, não tem clubes de futebol ao mais alto nível: Portalegre. Porém, essa particularidade não o impede de ser um “viciado” na modalidade, que no âmbito nacional, quer no âmbito internacional. Adepto incondicional do Sport Lisboa e Benfica desde que se lembra de gostar do “desporto-rei”.                                                                                                                                                 O Carlos escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Com licenciatura e mestrado em Jornalismo, Comunicação e Cultura, o Carlos é natural de um distrito que, já há muitos anos, não tem clubes de futebol ao mais alto nível: Portalegre. Porém, essa particularidade não o impede de ser um “viciado” na modalidade, que no âmbito nacional, quer no âmbito internacional. Adepto incondicional do Sport Lisboa e Benfica desde que se lembra de gostar do “desporto-rei”.                                                                                                                                                 O Carlos escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA