spot_imgspot_img

    Coreia do Sul 2-1 Portugal: Gestão resultou em desilusão lusitana

    A CRÓNICA: COREIA VENCE COM GOLO NA COMPENSAÇÃO E GARANTE QUALFICAÇÃO, MAS PORTUGAL ASSEGURA O PRIMEIRO LUGAR

    À ultima jornada da fase de grupos, Coreia do Sul e Portugal defrontaram-se, tendo as duas equipas entrado em campo em situações bastante distintas. Ao passo que os portugueses já se encontravam apurados para os oitavos e em ótimas condições para garantirem o primeiro lugar do grupo, os sul-coreanos necessitavam de vencer para poderem ainda sonhar com a qualificação.

    A equipa das quinas entrou com a pontaria afinada no encontro e, na primeira ocasião criada, inauguraram o marcador. Passe longo de Pepe para Dalot, com o lateral a entrar na área e a assistir Ricardo Horta para o 0-1.

    Porém, os pupilos de Paulo Bento reagiram bem à desvantagem e, depois de terem um golo anulado por fora de jogo, conseguiram mesmo chegar ao empate com um golo de Young-Gwon, que aproveitou uma má abordagem de Cristiano Ronaldo num pontapé de canto.

    Até ao descanso, Portugal ainda a dispôs de mais um par de oportunidades, mas o marcador não se voltou a alterar.

    Com o resultado que se verificava no outro encontro do Grupo H (vitória do Uruguai contra o Gana), os portugueses tinham o primeiro lugar muito bem encaminhado, mesmo que perdessem a partida, por isso, na segunda metade, tentaram apenas controlar o jogo, o que resultou em escassas ocasiões de golo para ambas as partes.

    Este plano funcionou durante quase todo o segundo tempo, mas, já nos minutos de compensação, Son Heung-min conduziu um contra-ataque rapidíssimo desde o seu meio campo até à área adversária e serviu Hwang Hee-chon para o golo da vitória, que apurou a sua nação para os oitavos de final.

     

    A FIGURA

    Son Heung-min (Coreia do Sul) – Com a sua velocidade e qualidade de drible, o avançado do Tottenham foi sempre um problema para a defesa portuguesa e teve influência direta no resultado ao criar o golo da vitória dos sul-coreanos.

     

    O FORA DE JOGO

    Portugal Cristiano Ronaldo
    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    Cristiano Ronaldo (Portugal) – O astro português teve uma tarde para esquecer. Para além de ter oferecido o golo do empate a Young-Gwon, desperdiçou ainda as oportunidades que teve para faturar e superar a marca de Eusébio.

     

    ANÁLISE TÁTICA – COREIA DO SUL

    Kwon Kyung-won, Kang-in Lee e Jae-sung Lee foram as novidades apresentadas por Paulo Bento – que, castigado, não pôde estar no banco – relativamente à sua anterior equipa inicial.

    A Coreia do Sul variava entre o 4-1-4-1 e o 4-3-3 nos momentos defensivos e ofensivos, respetivamente. Com uma pressão intensa e um estilo de jogo muito rápido e objetivo assente em contra-ataques, os sul-coreanos causavam perigo de tempos a tempos e foram recompensados pela crença até ao apito final.

    11 INICIAL E PONTUAÇÕES

    Kim Seung-gyu (7)

    Jin-su (6)

    Kim Moon-hwan (6)

    Young-Gwon (7)

    Kwon Kyung-won (6)

    Woo-Young (6)

    In-beom Hwang (6)

    Son Heung-min (8)

    Cho Kyu-sung (7)

    Jae-sung Lee (6)

    Kang-in Lee (6)

    SUBS UTILIZADOS

    Hwang Hee-chan (7)

    Son Jun-ho (5)

    Hwang Ui-jo (5)

    Cho Yu-min (-)

     

    ANÁLISE TÁTICA – PORTUGAL

    Fernando Santos poupou alguns dos titulares das duas primeiras partidas deste Mundial e promoveu várias alterações no onze inicial lusitano em relação à vitória frente ao Uruguai, com Dalot, António Silva, Vitinha, Matheus Nunes, João Mário e Ricardo Horta a alinharem de início.

    Disposto num 4-3-3, Portugal controlou a maior parte da posse durante todo o encontro e, após uma entrada a todo o gás, em que trocou a bola com qualidade e pressionou os oponentes, perdeu o interesse em atacar (fruto do primeiro lugar assegurado) e foi diminuindo o fulgor à medida que o cronómetro avançava, chegando com menor perigo e frequência à área adversária. Já na compensação, a equipa fraquejou defensivamente no golo da vitória.

    11 INICIAL E PONTUAÇÕES
    Diogo Costa (6)

    Diogo Dalot (7)

    Pepe (6)

    António Silva (6)

    João Cancelo (6)

    Matheus Nunes (6)

    Rúben Neves (6)

    Vitinha (7)

    João Mário (6)

    Cristiano Ronaldo (4)

    Ricardo Horta (7)

    SUBS UTILIZADOS

    Palhinha (5)

    Rafael Leão (6)

    André Silva (6)

    Bernardo Silva (5)

    William Carvalho (5)

     

    Rescaldo da opinião de Simão Vitorino.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Redação BnR
    Redação BnRhttp://www.bolanarede.pt
    O Bola na Rede é um órgão de comunicação social desportivo. Foi fundado a 28 de outubro de 2010 e hoje é um dos sites de referência em Portugal.
    Bola na Rede