Realizou-se este fim-de-semana, em Colonia, mais uma edição da FinalFour da EHF Champions League. Encontravam-se a lutar pelo troféu o Paris-Saint Germain (FRA), o Montpellier (FRA), o Nantes (FRA) e o Vardar (MAC).

Meias-Finais
HBC Nantes (FRA) vs Paris Saint-Germain Paris (FRA) 32:28 (17:14)

Os fãs do Nantes fizeram a festa ao ver a sua equipa a chocar o mundo do Andebol e vencer o todo poderoso PSG
Fonte: EHF Champions League

O PSG entrava em campo como os favoritos nesta partida e criou uma vantagem logo nos momentos iniciais. Mas poucos minutos depois, o Nantes recuperou a desvantagem e passou para a frente do marcador, devido a uma forte defesa e a um excelente guarda-redes. Cyril Dumoulin esteve, mais uma vez, a alto nível entre os postes, enquanto Titi Omeyer esteve longe daquilo que nos veio habituando.A equipa da capital francesa apresentava muitas dificuldades a nível ofensivo, algo muito pouco habitual na equipa de Karabatic. Entretanto o Nantes, por sua vez, estava com muita eficácia nos seus ataques e o apoio dos seus adeptos era enorme. Do lado do Nantes, ao intervalo, Lazarov tinha quatro golos, Tournat tinha feito um trabalho fantástico a pivot e Balanguer estava com a “mão quente”.

No começo da segunda parte, era de esperar uma entrada forte do PSG, mas o Nantes começou de forma magnifica a segunda parte e apenas Rodrigo Corrales impediu a sua equipa de estar a perder por mais de seis golos (20-14). Ainda durante o jogo, Kyril Lazarov assumiu o lugar de melhor marcador de sempre da Final4 da Champions League. Dumoulin estava a fazer o jogo da sua vida, mas a cinco minutos do final da partida o Nantes começou a diminuir o ritmo e o PSG aproveitou para recuperar a desvantagem (29-28), muito devido a boas defesas por parte de Titi Omeyer. Nessa altura, Dumoulin defendeu um livre de sete metros enquanto a sua equipa tinha menos dois jogadores, permitindo que a sua equipa recuperasse o controlo do jogo e cumprisse o jogo de chegar à final da Champions League.

Anúncio Publicitário

HC Vardar (MAC) vs Montpellier HB (FRA) 27:28 (11:14)

Valentin Porte voou com o Montpellier para a Final
Fonte: EHF Champions League

Mais um jogo, mais um confronto entre dois dos melhores guarda-redes do Mundo, mas nenhum deles teve grande impacto na partida. Pelo contrário, ambas as defesas estavam muito fortes: Vardar com uma defesa muito agressiva e Montpellier com uma defesa muito “fluida”. O jogo começou equilibrado e o Vardar até conseguiu assumir o comando da partida (7-6), pela primeira e única vez. A partir desse momento, Valentin Porte assumiu o controlo do jogo, marcando seis dos catorze golos da sua equipa na primeira parte. Durante a primeira parte, do lado do Vardar, apenas Ivan Cupic teve ao nível habitual.

Na segunda metade da partida, o Vardar teve um começo fortíssimo, cortando a desvantagem para apenas um golo (13:14), devido ao bom momento de Milic e Maqueda. O jogo continuou equilibrado e quando faltavam apenas sete minutos para o final da partida os franceses venciam 22:21, nessa altura Melvyn Richardson assumia as responsabilidades para a equipa francesa. No entanto, pela primeira vez desde o 7:7, o Vardar conseguiu empatar a partida (27:27) a 90 segundos do final. Diego Simonet foi o herói, marcando quando faltavam apenas a 19 segundos do final, colocando o Montpellier na final da Champions League 15 anos depois.