Nasceste em Havana, longe de Portugal, jogaste voleibol e basquetebol em criança, mas foi o andebol que te abriu as portas para o nosso país. Chegaste em 2010 e tiveste dificuldades com o frio e com o idioma, mas estavas determinado em dar o melhor no teu principal objetivo, ser guarda-redes. Com o tempo conquistaste o teu espaço no FC Porto e em 2014 foste chamado à Seleção de todos nós. Apesar de não ter sido uma convocatória bem aceite por todos, sempre deixaste claro, dentro e fora de campo, que irias fazer o melhor pelo nosso, e agora teu, país.

Partiste cedo de mais. Já tinhas vencido muito, mas ainda tinhas mais para nos dar, muitas defesas para festejar e feitos para conquistar. Depois da época passada ter terminado mais cedo, este ano lutavas por um título que, na tua opinião, já devia ter sido da tua equipa na época transata e lutavas por continuar a fazer história na melhor competição de clubes de andebol. Em 2021, já tinhas feito história com a Seleção no Mundial e daqui a umas semanas ias, certamente, ajudar esta geração a conquistar um lugar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que iria cimentar, mais uma vez, o nome de Portugal no mundo do andebol.

Portugal não foi onde nasceste, mas foi a tua casa nos últimos dez anos e onde deixas a tua família e amigos. Nós só temos de te agradecer pelo respeito que demonstraste por todos nós como também nunca poderemos esquecer as felicidades que nos deste. Certamente fizeste muitos portugueses desesperar quando fazias mais um defesa impossível contra as suas equipas, mas fizeste-os muitas mais vezes sonhar quando representavas o seu país. E o facto de estares sempre nesses extremos, mas mesmo assim teres o respeito e o carinho de adeptos, companheiros, adversários, dirigentes e clubes só demonstra e enfatiza o teu bom carácter, que foi e é reconhecido por todos que tiveram a oportunidade de te conhecer.

Anúncio Publicitário
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Serás eterno, Alfredo, porque uma pessoa morre apenas quando a última pessoa que o amava morre.

Até sempre, Quintana.

Foto de Capa: Andebol Portugal

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome