Há uma semana atrás, em Berlim, no final da prova dos 1500 metros, Marta Pen falava-nos da importância de poder vir a participar em eventos Diamond League. Passado poucos dias, a oportunidade surgiu e Marta Pen agarrou-se a ela como pôde, levando um excelente resultado de Birmingham. Correu os 1500 metros em 4:03.99, baixando pela primeira vez dos 4:04, cimentando a sua posição como a segunda melhor portuguesa da história da distância, apenas atrás da grande Carla Sacramento. Antes desta temporada, o melhor pessoal da atleta portuguesa era de 4:05.71, o que permite perceber a fantástica evolução que teve num ano em que bateu recordes pessoais dos 400 aos 3000 metros. 

Na prova, a atleta do Benfica voltou a demonstrar a coragem que já havia tido em Berlim, não se deixando intimidar pelo forte field que participava na prova da cidade inglesa, relembrando que todas as suas adversárias tinham um recorde pessoal melhor que o dela à entrada para esta prova. Com tempos de passagem impressionantes, a 400 metros em 1:05.4 e a 800 metros em 2:10.9, havia a dúvida se Marta Pen iria ter capacidade de aguentar a ponta final da prova, mas a verdade é que bateu-se bem até ao final e viria a terminar forte, colada inclusive a uma queniana bastante habituada a estas andanças, Winny Chebet. 

Em declarações no final, a atleta revelou-se satisfeita com a sua prestação, considerando que havia mostrado que a oportunidade tinha sido merecida, visivelmente feliz com o seu novo recorde pessoal. As declarações completas na zona mista podem ser encontradas aqui no Planeta do Atletismo.

A prova, essa, viria a ser ganha, sem surpresa, por Sifan Hassan, num tempo de 4:00.60. Pensava-se que iria cair para um tempo abaixo dos 4 minutos, mas mesmo Hassan não conseguiu manter o forte ritmo na parte final da prova. Uma curiosidade: quando todas provas terminaram, passado quase duas horas da prova de 1500 metros, a holandesa voltou à pista para treinar! No segundo lugar, a etíope Gudaf Tsegay correu em 4:01.03 e no terceiro lugar a polaca Sofia Ennaoui em 4:02.06.

Anúncio Publicitário
Sifan Hassan venceu, tal como esperado
Fonte: IAAF
1
2
3
Artigo anteriorNXT Takeover: Brooklyn 4 – Melhor era impossível!
Próximo artigoContra tudo e contra todos: Sporting Clube de Portugal
O Pedro é um amante de desporto em geral, passando muito do seu tempo observando desportos tão variados, como futebol, ténis, basquetebol ou desportos de combate. É no entanto no Atletismo que tem a sua paixão maior, muito devido ao facto de ser um desporto bastante simples na aparência, mas bastante complexo na busca pela perfeição, sendo que um milésimo de segundo ou um centimetro faz toda a diferença no final. É administador da página Planeta do Atletismo, que tem como principal objectivo dar a conhecer mais do Atletismo Mundial a todos os seus fãs de língua portuguesa e, principalmente, cativar mais adeptos para a modalidade.                                                                                                                                                 O Pedro escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.