Anterior1 de 3

Após a desilusão incomensurável nos playoffs de 2020, (derrota diante os Nuggets após obterem uma vantagem de 3-1 na série), os Los Angeles Clippers sofreram nova remodelação na estrutura do plantel. Treinador diferente, ideias novas e mudanças cirúrgicas no plantel. Steve Ballmer (presidente dos Clippers) parece ter alinhado as peças pretendidas para o trabalho ter efeito, mas o sucesso é uma incógnita.

Afinal, o quê e o porquê da mudança nos Clippers?

356 VITÓRIAS E 208 DERROTAS DEPOIS…

Começamos com o treinador Doc Rivers: reconhecido pelo carácter, confiança e o perfil adequado para harmonizar duas super estrelas, como Kawhi e Paul George, foi despedido. As dúvidas não existem naquilo que é o seu conhecimento tático do jogo, contudo, as decisões tomadas no desenrolar dos playoffs não foram as melhores para a equipa. O investimento foi pesado e a margem para falhar era quase nula. Dito isto, Steve Ballmer despediu o técnico norte americano após o término da época 2019-2020.

Anúncio Publicitário

Ainda assim, como o sub-título realça, foram 356 vitórias e 208 derrotas sob o comando da equipa de Los Angeles. Uma percentagem simpática de 63.1% de aproveitamento. O problema, todavia, centrava-se no desempenho nos playoffs, ao passo que o treinador norte americano, guiou a equipa por três ocasiões às meias-finais na conferência Oeste e nem por uma vez conseguiu um lugar na final…

A juntar a isto, outro motivo chave para esta decisão, foi a falta de apoio demonstrado por parte da «segunda figura» da equipa. Ora, Paul George, no podcast All the Smoke, disparou críticas ao trabalho de Doc Rivers, declarando que não «se sentia confortável no papel que o treinador, o estava a obrigar a desempenhar». Acrescentando ainda a isto, George mencionou que Doc Rivers não preparou como devia, as meias-finais diante os Nuggets: «nós nunca corrigimos os erros, estávamos a perder e a conversa era sempre a mesma ‘vai ficar tudo bem’…»

Tudo somado, foi uma decisão clássica e simples. Rivers é um treinador incrível, mas o fracasso não podia ser ignorado. Apesar disso, o problema nos Clippers é maior que um despedimento e as reservas para o sucesso permanecem intactas.

Foto de Capa: NBA

Anterior1 de 3

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome