O calendário WorldTour está de regresso à estrada após a retoma ter sido efetuada no dia 1 de agosto, com a realização de uma das clássicas mais importantes do calendário velocipédico, a Strade Bianche. A 14.ª edição da prova italiana foi corrida na cidade de Siena, como já é habitual, num percurso de 184 quilómetros. No final, foi o belga Wout Van Aert a festejar o triunfo.

A retoma no calendário tinha sido feita por algumas WorldTeams com o Sibiu Tour (2.1), na Roménia, prova ganha pelo austríaco Gregor Muhlberger (Bora-Hansgrohe). Seguiu-se a Volta a Burgos (2. Pro), prova que contou com um pelotão recheado de boas equipas, sendo conquistada pelo jovem prodígio Remco Evenepoel (Deceuninck-Quick Step), que amealhou a sua terceira vitória do ano em classificações gerais, em três possíveis. O belga só conhece o sabor da vitória em 2020, abrindo-se boas perspetivas para o que aí vem.

De destacar ainda o excelente trabalho do português João Almeida (Deceuninck-Quick Step), que ajudou o companheiro a atingir o primeiro lugar e ainda viu coroada a sua boa exibição com um lugar no pódio final (3.º lugar).

No entanto, a prova de maior relevância até ao momento foi a clássica italiana. O belga Wout Van Aert, de 25 anos, venceu à terceira vez, depois de ter batido na trave nos dois anos anteriores, onde acabou sempre na terceira posição da Strade Bianche.

Anúncio Publicitário

O ataque da vitória deu-se no último setor de terra (sterrato), com o jovem ciclista a ganhar uma vantagem entre os 20 e os 30 segundos para o grupo perseguidor. Nunca mais foi alcançado, podendo celebrar à vontade na linha de meta. O italiano Davide Formolo (UAE Team Emirates) ficou no segundo lugar, com 30 segundos de atraso, e em terceiro lugar terminou Maximilian Schachmann (Bora-Hansgrohe) com 32 segundos de diferença para o primeiro.

O ciclista Wout Van Aert selou assim, com a sua 12.ª vitória da carreira, a sua primeira conquista no que toca a clássicas do calendário WorldTour.

No próximo dia 5 de agosto começará a Volta à Polónia, primeira grande prova de etapas com todas as WorldTeams presentes. A prova contará com a presença de Rui Costa, Ivo Oliveira e Rui Oliveira ao serviço da equipa UAE-Team Emirates.

De salientar ainda, agora em termos nacionais, a presença das equipas portuguesas da Efapel e Feirense no Circuito de Getxo, em Espanha, no passado dia 2 de agosto, onde competiram num pelotão com várias WorldTeams e ProTeams. O melhor atleta das equipas portuguesas foi Tiago Machado (Efapel), que terminou na 29.ª posição, a 51 segundos do vencedor Damiano Caruso (Bahrain-Mclaren).

Foto de capa: Strade Bianche

Comentários