Tudo adiado para Planica | Saltos de Esqui

    - Advertisement -

    Com a luta pelo grande globo a prometer ser intensa e rasgadinha até ao fim, era na ressaca dos Mundiais de voos de Esqui que os destemidos homens “pássaro” voltavam a ter de “domar” um trampolim gigante.

    A ação da Taça do Mundo de Saltos de esqui voltaria, pela segunda vez na temporada, a passar pela cidade de Oberstdorf, bem no sul da Alemanha. Destacar que a estrutura que receberia mais um fim de semana de competição dava pelo nome de Heini-Klopfer, tinha 235m, um K-point situado aos 200  e possuía um recorde em vigor desde 2018, 238.5m, pertença de Daniel Andre-Tand, ele que havia posto termo à temporada.

    Referir que, ao contrário do que acontecera aquando da passagem a contar para o Torneio dos Quatro Trampolins, as bancadas estavam repletas de público como não se vira ainda na presente época.

    Ainda de destacar que, no universo dos saltos de Esqui, o germânico de 30 anos, Richard Freitag, havia pendurado em definitivo os esquis, ele que teve como melhor resultado à geral o vice-campeonato em 2016.

    Foto de Capa: FIS Ski Jumping

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Diogo Rodrigues
    Diogo Rodrigueshttp://www.bolanarede.pt
    O Diogo é licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Lusófona do Porto. É desde cedo que descobre a sua vocação para opinar e relatar tudo o que se relaciona com o mundo do desporto. Foram muitas horas a ouvir as emissões desportivas na rádio e serões em família a comentar os últimos acontecimentos/eventos desportivos. Sonha poder um dia realizar comentário desportivo e ser uma lufada de ar fresco no jornalismo. Proatividade, curiosidade e espírito crítico são caraterísticas que o definem pessoal e profissionalmente.
    Bola na Rede