As previsões para 2024 | Fórmula E

    modalidades cabeçalho

    A primeira corrida de 2024 de Fórmula E na categoria elétrica de fórmulas ira realizar-se já no dia 13 de janeiro, no México. Com isso, chega também a involuntária vontade de fazer previsões sobre o que poderá acontecer nas próximas 16 etapas, pois o E-Prix da Índia foi cancelado.

    A Jaguar fez os melhores tempos totais nos testes de outubro, com Mitch Evans a liderar a tabela, seguido pelo seu novo companheiro de equipa, Nick Cassidy. Apesar de não representar muito para a competição, pois o jogo nunca é totalmente aberto, poderá vir a ser um bom sinal para a equipa britânica, que nos últimos quatro anos andou a disputar campeonatos de pilotos e construtores.

    Quem não demonstrou muito ritmo foi a nova ERT Formula E Team, antiga NIO333 Racing, que terminou com ambos os pilotos nos últimos lugares da tabela de tempos.

    Renovação do título para Dennis?

    O campeão em título tem a tarefa mais importante de todas – manter a coroa na sua cabeça por mais um ano. Apesar de ser cedo para se ditar o futuro, o 12º lugar na totalidade dos testes não parece facilitar o trabalho ao britânico. Recordando que Dennis venceu a temporada nove com apenas duas vitórias e onze pódios; portanto, poderá ser possível um bicampeonato, se o piloto conseguir manter a consistência e um pouco da sorte do ano passado.

    Dupla maravilha da Jaguar

    Com resultados positivos nos testes, temos de nos focar na Jaguar, que conta com dois pilotos neozelandeses e que também andaram na luta pelo título. Cassidy inclusivamente ficou como vice-campeão na temporada passada, depois da primeira corrida de Londres não ter corrido nada bem para a Envision. Poderão ser estes dois que, novamente, farão frente a Dennis pelas 16 rondas que lhes esperam?

    De Vries de regresso, estreia de Jehan Daruvala

    O campeão de 2021, Nyck de Vries, regressou onde já foi feliz, mas desta vez com as cores da Mahindra Racing (que o colcaram na 18ª posição nos testes). Enquanto isso, na Maserati, entrou o indiano Jehan Daruvala para o lugar de Edoardo Mortara (Mahindra Racing). Com a temporada ainda por começar, foi de conhecimento geral que o E-Prix de Hiderabade foi cancelado depois do não cumprimento do acordo por parte da Direção Municipal de Administração e Desenvolvimento Urbano de Telangana. Ficou somente o desejo de Daruvala poder correr em casa na sua primeira temporada.

    Crescimento de Hughes

    O grande rookie do ano passado ganha mais pressão com o passar do tempo. Os erros que anteriormente cometeu, não serão aceites com a mesma leveza. Os resultados terão de aparecer, ainda por cima por ter um novo colega de equipa – Sam Bird – mais experiente na categoria. Poderá aprender com ele, mas certamente terá de vencer as lutas entre ambos e destacar-se ainda mais na McLaren.

    Uma melhor temporada para Frijns

    Depois da lesão no México que o tirou das primeiras três corridas da temporada nove, espera-se que Robin Frijns, agora na Envision com Buemi, tenha mais sorte que antes e demonstre as suas qualidades em pista.

    Félix da Costa focado na Fórmula E

    O piloto português abdicou da sua temporada no Campeonato Mundial de Resistência (WEC) para se dedicar única e exclusivamente à Fórmula E. O ano passado ajudou bastante o seu companheiro de equipa na Porsche, Pascal Wehrlein, a tentar conquistar o campeonato de pilotos, mas tal não aconteceu. Poderemos este ano, ter campeão português e somar mais um título na categoria?

    Dia 13 de janeiro, na Cidade do México, teremos a primeira corrida da temporada 10. E será nesse sábado que poderemos começar a ponderar seriamente sobre a temporada, os ritmos dos pilotos e as equipas que mais se prepararam.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Ana Catarina Ventura
    Ana Catarina Venturahttp://www.bolanarede.pt
    Esta é a Ana Catarina. Apaixonou-se pela Fórmula 1 com 14 anos e a partir desse momento, descobriu o mundo do desporto motorizado. Graças a isso, seguiu o caminho do jornalismo até se licenciar em Jornalismo e Comunicação, na capital do Alto Alentejo.