logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

António Félix da Costa E-Prix

NYC E-Prix #2 – Ouviu-se (finalmente) “A Portuguesa”!

modalidades cabeçalho

HISTÓRIA DA CORRIDA: CURVA SEIS E AS SUAS PRESAS

António Félix da Costa venceu a segunda corrida em Nova Iorque, seguido por Stoffel Vandoorne e Mitch Evans, que terminou em terceiro. Foi a primeira vitória do ano do piloto português na E-Prix.

Da Costa começou a corrida ao conseguir segurar a liderança da corrida; atrás de si, André Lotterer pode dizer o contrário, pois ficou parado na pista depois de uma falsa partida. Sims conseguiu proteger o segundo lugar, onde vinha a ser pressionado pelos pilotos atrás de si.

Quem estava com fome de subir lugares era Mitch Evans que tentou ultrapassar Dennis de forma agressiva para chegar ao sexto lugar, mas não conseguiu.

Foram precisas oito voltas para o Ticktum ser o primeiro piloto a ativar o Attack Mode e ser seguido por mais pilotos nas voltas seguintes. Da Costa e Sims acabariam por perder as suas posições para Vandoorne, que só ativaria o seu uma volta mais tarde.

Vandoorne foi fazendo pressão ao piloto da Mahindra para chegar ao segundo lugar. Conseguiu fazê-lo e iniciava a sua perseguição ao português para liderar novamente a corrida. Enquanto isso, De Vries toca na traseira do carro de Sims para ultrapassar Evans. Felizmente, saíram todos bem.

Mitch Evans, que pressionava Nyck De Vries, tentava ultrapassar o campeão em título na chegada da curva seis pelo lado esquerdo da pista que, por sinal, era o mais sujo, e acabou por seguir em frente após falhar a travagem graças a essa sujidade.

Momentos mais tarde, seria o próprio De Vries a cometer o erro de Evans na tentativa de ultrapassar Sims, inclusivamente chegou a tocar no muro. Perderia uma posição para Evans, que conseguiria ultrapassar Sims para o terceiro lugar.

Para terminar a corrida em estilo, a curva seis decidiu voltar a fazer das suas; desta vez, com a pista a ser bloqueada por dois carros. O incidente foi resolvido rapidamente, mas alguns carros acabaram danificados ou mesmo fora da corrida, caso de Askew e Di Grassi.

Com o segundo lugar, Stoffel Vandoorne volta a liderar o campeonato E-Prix de pilotos.

 

PILOTO DO DIA


António Félix da Costa – Fez a sua corrida com calma e com uma boa estratégia, ao esperar a utilização do Fanboost por parte de Vandoorne para usar o seu depois. Depois da corrida #1, a vitória na corrida #2 traz ainda mais motivação ao piloto para o campeonato E-Prix, já que vem de bons momentos noutras categorias.

 

DESILUSÃO DO DIA


Nyck De Vries – Foi subindo na classificação e esteve em posição de pódio em certa parte da corrida, mas os erros para o final da corrida ao favoreceram o holandês, que caiu para o sétimo lugar.

Esta é a Ana Catarina. Apaixonou-se pela Fórmula 1 com 14 anos e a partir desse momento, descobriu o mundo do desporto motorizado. Graças a isso, seguiu o caminho do jornalismo até se licenciar em Jornalismo e Comunicação, na capital do Alto Alentejo.

Esta é a Ana Catarina. Apaixonou-se pela Fórmula 1 com 14 anos e a partir desse momento, descobriu o mundo do desporto motorizado. Graças a isso, seguiu o caminho do jornalismo até se licenciar em Jornalismo e Comunicação, na capital do Alto Alentejo.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA